Prospecção para obtenção de biodiesel empregando óleo de babaçu (orbigynia martiniana) e de óleo de soja (glycine max) utilizando líquido iônico como catalisador

Authors

  • Angela Maria Correa Mouzinho Santos Universidade Federal do Maranhão Instituto Federal de Educação Tecnológico do Maranhão Centro de Ensino Médio Mário Martins Meireles
  • Wendel Silva Araújo Universidade Federal do Maranhão
  • Segiane de Jesus Rocha Mendonça Universidade Federal do Maranhão - Campus Universitário de Bacabal
  • Ulisses Magalhães Nascimento Universidade Federal do Maranhão
  • Adeílton Pereira Maciel Universidade Federal do Maranhão
  • Fernando Carvalho Silva Universidade Federal do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.7198/geintec.v7i3.881

Abstract

O uso dos líquidos iônicos é uma interessante alternativa para aperfeiçoar processos químicos com objetivos econômicos e ecológicos podendo estes ser usados na síntese de biodiesel. Eles podem substituir os catalisadores básicos homogêneos (NaOH e KOH) que impactam o meio ambiente na etapa de purificação do biodiesel. Os Líquidos Iônicos possuem vantagens significativas, melhora o processo reacional e podem ser usados tanto como solventes ou catalisadores, sendo possível a sua reutilização no processo, por isso têm atraído grande interesse na produção de biocombustíveis. O estudo tem como objetivo realizar uma prospecção sobre a utilização de líquidos iônicos para obtenção de biodiesel. A pesquisa realizada utilizou base de dados de patentes nacionais (INPI) e Internacionais (USPTO, CIPO, JPO), teses e dissertações (CAPES) e artigos cientiíficos (Science direct, Web of science, SCOPUS) para a prospecção realizada no período de 2011 a 2015. Os resultados encontrados em relação ao número de patentes, artigos, teses e dissertações mostram o avanço nas pesquisas sobre esta nova classe de substâncias químicas para produção de biocombustíveis. A classificação C10L e C11C encontrados na base da WIPO obteve mais ocorrências para os termos biocombustíveis, uso de aditivos, óleos e ácidos graxos empregados na reação de transesterificação. Em referência ao número de patentes depositadas no INPI, pesquisas em teses e dissertações verifica-se um número não tão significativo, o que sugere mais estudos sobre o comportamento catalítico do líquido iônico na síntese orgânica.

Author Biographies

Angela Maria Correa Mouzinho Santos, Universidade Federal do Maranhão Instituto Federal de Educação Tecnológico do Maranhão Centro de Ensino Médio Mário Martins Meireles

Sou doutoranda na área de Biotecnologia, mestrado em Química Analítica na área de síntese de orgânica, catálise e biocombustíveis. Trabalho na rede pública estadual com o ensino médio e na rede federal com o ensino básico e superior dos Cursos de Física e Tecnológo em Construção de Edifícios.

Wendel Silva Araújo, Universidade Federal do Maranhão

Graduando no Curso de Química Industrial, apresentou trabalhos científicos em congresso internacional e nacional sobre biocombustíveis e líquido iônico

Segiane de Jesus Rocha Mendonça, Universidade Federal do Maranhão - Campus Universitário de Bacabal

Possui graduação em Química Industrial e Química Licenciatura pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Especialista em Magistério Superior pela UFMA e Especialista em Gestão Tecnológica e Inovação pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) , Mestre em Química com área de concentração em Química Analítica pela UFMA. Foi professora da Universidade Uniceuma e professora substituta da UFMA. Atualmente é Professora Assistente do Curso de Ciências Naturais da Universidade Federal do Maranhão/Campus Bacabal e Doutoranda do Curso de Pós-Graduação em Biotecnologia da Rede BIONORTE.

Ulisses Magalhães Nascimento, Universidade Federal do Maranhão

Doutor em Química Analítica pela Universidade de São Paulo.Tem experiência na área de Química Orgânica, como pesquisador de biocombustíveis, linha de pesquisa na qual foi concluído o seu Mestrado, e hoje desenvolve pesquisa na área de Catálise, Química Ambiental (Processos Oxidativos Avançados) e Análises Multivariadas.

Adeílton Pereira Maciel, Universidade Federal do Maranhão

Químico Industrial e Mestre em Química pela Universidade Federal da Paraíba, Doutor em Química pela Universidade Federal de São Carlos, Especialista em Educação a Distância. Atualmente é professor Associado II da Universidade Federal do Maranhão. Tem experiência na área de Química, com ênfase em Físico-Química, atuando principalmente nos seguintes temas: sensores, catalisadores, biocombustíveis, ambiental e educação a distância. Bolsista de Produtividade em Pesquisa FAPEMA.

Fernando Carvalho Silva, Universidade Federal do Maranhão

É graduado em Química Industrial, mestre em Química Orgânica pela Universidade Federal de São Carlos e Doutor em Química pela Universidade Federal de Minas Gerais. Atualmente é docente do Departamento de Química, subunidade do Centro de Ciências Exatas e Tecnologia desde 1994 e no período de 2007-2015 exerce o cargo de Vice Reitor e Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação na UFMA. Faz parte do quadro de docentes dos seguintes Programas de Pós-Graduação: Mestrado em Química, Mestrado Profissional em Energia e Ambiente e Doutorado em Biotecnologia, Biodiversidade da Região Amazônica ? BIONORTE e coordena o Núcleo de combustíveis, Catálise e Ambiental ? NCCA, constituído por docentes pesquisadores, discentes de iniciação científica, de mestrados e doutorados desenvolvendo pesquisas em diversas subáreas da química. Com a sua formação em Síntese Orgânica vem atuando principalmente nos seguintes temas: microemulsões combustíveis, biodiesel, derivados de petróleo, sensores, desenvolvimento de métodos de análises, cromatografia, catálise e monitoramento ambiental.

References

DAS, S.; THAKUR, A. J. and DEKA, D. Two-stage conversion of high free fatty acid Jatropha curcas oil to biodiesel using Brønsted acidic ionic liquid and KOH as catalysts. The Scientific World Journal, p. 1-9, 2014.

FANG, D.; YANG, J. and JIAO, C., Dicationic ionic liquids as environmentally benign catalysts for biodiesel synthesis, ACS Catalysis, v. 1, p. 42–47, 2011.

GUO, F.; FANG, Z.; TIAN, X.-F.; LONG, Y.-D.; JIANG, L.-Q. One-step production of biodiesel from Jatropha oil with high-acid value in ionic liquids. Bioresource Technology, v. 140, p. 447-450, 2013.

KHALIGH, N. G. Preparation, characterization and use of 3-methyl-1-sulfonic acid imidazolium hydrogen sulfate as an eco-benign, efficient and reusable ionic liquid catalyst forthe chemoselective trimethylsilyl protection of hydroxyl groups. Journal of Molecular Catalysis A: Chemical. v. 349, p. 63– 70, 2011.

PERIC, B.; SIERRA, J.; MARTÍ, E.; CRUÃNAS, R.; GARAU, M. A., A. Comparative study of the terrestrial ecotoxicity of selected protic and aprotic ionic liquids. Chemosphere, v. 108, 418–425 2014.

TAO, L.; YUEFENG, D.; SHUCAI, G. and JI, C. Application of choline Chloride·xZnCl2 ionic liquids for preparation of biodiesel, Chinese Journal of Chemical Engineering, v.18, n. 2, p. 322-327, 2010.

WU, Q.; WAN, W. H.; LI, H.; SONG, H.; CHU, T., Bifunctional temperature-sensitive amphiphilic acidic ionic liquids for preparation of biodiesel, Catalysis Today, v. 200, p. 74-79, 2013.

YANG, Z. Hofmeister effects: an explanation for the impact of ionic liquids on biocatalysis, Journal of Biotechnology, v.144, p.12-22, 2009.

Disponível em: http://www.inpi.gov.br. Acesso em: 2 out. 2015.

Disponível em: http://www.uspto.gov. Acesso em: 4 out. 2015.

Disponível em: http://worldwide.espacenet.gov. Acesso em: 5 out. 2015.

Disponível em: http://www.wipo.int/patentscope/en. Acesso em: 7 out. 2015.

Published

2017-09-28

Issue

Section

Management and Social Science