Conhecimentos tradicionais associados e a prospecção tecnológica da Hancornia Speciosa Gomes.

Authors

  • Andre Luiz Gomes de Souza UFS
  • Junior Leal do Prado Programa de Pós-Graduação em Ciência da Propriedade Intelectual- PPGPI Universidade Federal de Sergipe – UFS – São Cristóvão/SE – Brasil
  • Antonio Martins de Oliveira Júnior Programa de Pós-Graduação em Ciência da Propriedade Intelectual- PPGPI Universidade Federal de Sergipe – UFS – São Cristóvão/SE – Brasil
  • Gabriel Francisco da Silva Programa de Pós-Graduação em Ciência da Propriedade Intelectual- PPGPI Universidade Federal de Sergipe – UFS – São Cristóvão/SE – Brasil

DOI:

https://doi.org/10.7198/geintec.v5i4.869

Abstract

A mangabeira (Hancornia Speciosa) é uma planta frutífera de clima tropical, nativa do Brasil e encontrada em várias regiões do país. Devido à sua alta incidência e consumo, a mangaba se tornou em Sergipe a fruta símbolo do Estado. Em virtude dessa intensa relação histórico-cultural que se manifesta em Sergipe a mangaba é fonte de geração de trabalho e renda para as comunidades extrativistas denominadas Catadoras de Mangaba, as quais também desenvolveram diferentes formas de aproveitamento da mangabeira. Algumas pesquisas apontam que os Conhecimentos Tradicionais associados à mangaba presentes na restinga sergipana apresentam grande valor científico e tecnológico. Assim, o objetivo deste trabalho foi realizar uma prospecção tecnológica da mangaba em bases de dados de patentes para verificar a utilização de Conhecimentos Tradicionais advindos da Cultura da Mangaba. Foi realizada a prospecção tecnológica nas seguintes bases de patentes: INPI, USPTO, ESPACENET e LATIPAT utilizando-se as palavras-chave “Hancornia”, “Hancornia and Speciosa”, “Hancornia” and “Gomes” e “Mangaba” compreendendo todos pedidos de patente até 2015. Os resultados demonstram que a maior parte dos pedidos de patente na base nacional estão relacionados com produtos agroindustriais. As principais aplicações farmacêuticas observadas nas bases de busca de patente referem-se ao tratamento anti-hipertensivo e de regeneração óssea, conforme potencialidades relatadas pelas Catadoras de Mangaba da restinga sergipana, o que sugeri a aplicação de conhecimentos tradicionais por empresas e centros de pesquisa, porém foram observados outras potencialidades da mangaba, como para o tratamento de HIV e como matérias prima precursora de compostos de interesse para produção de medicamentos.

Author Biography

Andre Luiz Gomes de Souza, UFS

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Propriedade Intelectual- PPGPI

Universidade Federal de Sergipe – UFS – São Cristóvão/SE – Brasil

 

Published

2015-12-06

Issue

Section

Engineering and Technology