Investigação sobre a produção tecnológica e a propriedade intelectual da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Authors

  • Edilson Araujo Pires UFRB e UFS
  • Cristina Maria Assis Quintella Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.7198/geintec.v5i2.667

Abstract

A criação dos Núcleos de Inovação Tecnológica nas Instituições de Ciência e Tecnologia resultou no crescimento constante do número de produtos tecnológicos protegidos por direitos de propriedade intelectual (PI), principalmente no contexto das universidades brasileiras. Na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) há, entre os pesquisadores, maior preocupação com a divulgação dos resultados de pesquisa por meio de publicações científicas do que sua proteção por direitos de PI. Essa pesquisa investigou o potencial da UFRB no processo de produção tecnológica e de proteção da propriedade intelectual geradas pela instituição, utilizando como foco principal os documentos de patentes depositados no Instituto Nacional de Propriedade Industrial. Verificou-se que existem apenas 13 produtos tecnológicos protegidos por direitos de PI. Em contrapartida, o número de Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação chegaram á 56 e as defesas de dissertações, monografias e teses foi ainda maior, atingindo 252 trabalhos defendidos na pós-graduação. Dessa forma, a UFRB tem uma produtividade que poderia ter resultado em muitos produtos, processos ou serviços com potencial inovador. Constatou-se que a disseminação da cultura de proteção da PI, a inclusão na graduação e na pós-graduação de discussões sobre direitos de PI e o acompanhamento dos projetos potencial inovador, são fundamentais para ampliar o número de produção tecnológica e sua proteção por direitos de PI na UFRB.

 

 

 

Author Biographies

Edilson Araujo Pires, UFRB e UFS

PPGCI - UFS

Cristina Maria Assis Quintella, Universidade Federal da Bahia

Departamento de Química

Published

2015-06-10

Issue

Section

Engineering and Technology