Análise da correlação linear entre a densidade máxima e o Índice de Suporte Califórnia

Authors

  • Adelson Antônio Costa Rios UFS
  • Airton Teles de Mendonça UFS
  • Fagner Ismael Teixeira de Santana UFS
  • Leonardo Teixeira Rocha Universidade Federal de Sergipe
  • Suzana Leitão Russo Universidade Federal de Sergipe
  • Jonas Pedro Fabris Fabris Industria

DOI:

https://doi.org/10.47059/geintecmagazine.v3i3.63

Abstract

Experimentos e testes com os materiais utilizados em pavimentação são de suma importância para o correto dimensionamento e controle na execução de pavimentos rodoviários. Dentre os ensaios normalmente efetuados estão o Ensaio Normal de Compactação e o ensaio de Índice de Suporte Califórnia. A compactação do solo, através do reagrupamento e acomodação das partículas, deve proporcionar a este, para a energia de compactação adotada, a maior resistência estável possível. Diante desse contexto, foi realizado um estudo estatístico através da verificação de correlação entre os resultados obtidos em ensaios de amostras de uma jazida utilizada para compor o material estrutural de um trecho obra de duplicação da BR101/SE. Como resultado, pôde-se perceber que, apesar de a densidade e a resistência possuírem certa relação, neste experimento, o CBR das amostras não possuía correlação linear com as densidades máximas obtidas, concluindo-se que outros fatores característicos do material podem influenciar no comportamento dos solos quando estes são submetidos às tensões.

Author Biography

Leonardo Teixeira Rocha, Universidade Federal de Sergipe

GRaduado em Engenharia civil, Mestrando em construção civil pela universidade Federal de Sergipe.Funcionário do quyadro efetivo de engenharia da Universidade Federal de Sergipe.

Published

2013-09-08

Issue

Section

Articles