Projeto de contribuição à indicação geográfica para farinha de mandioca de tipo Copioba: a construção de indicadores sociais para avaliação de impactos em desenvolvimento

Authors

  • Nina Paloma Neves Calmon de Siqueira Branco Universidade Federal da Bahia Faculdade de Farmacia PROJETO FAPESB de contribuição à IG de farinha de mandioca Mestranda em Master 2 Praticas da Interdisciplinaridade nas ciências Sociais - EHESS
  • Ícaro Ribeiro Cazumbá da Silva Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Farmácia Pesquisador do projeto FAPESB de contribuição à IG de farinha de mandioca. Mestrando em Ciência de Alimentos pela Faculdade de Farmácia da Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  • Alaane Caroline Benevides de Andrade Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Farmácia Pesquisadora do projeto FAPESB de contribuição à IG de farinha de mandioca. Graduanda em Nutrição pela Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  • Ryzia de Cassia Vieira Cardoso Professor Adjunto III da Universidade Federal da Bahia , Brasil, Escola de Nutrição.
  • Janice Izabel Druzian Professor Associado II da Universidade Federal da Bahia , Brasil, Faculdade de Farmácia.

DOI:

https://doi.org/10.7198/geintec.v2i4.61

Abstract

A farinha de mandioca denominada “copioba”, produzida no Recôncavo baiano, compreende um produto regional de notoriedade na Bahia. Apesar do reconhecimento popular da qualidade desta farinha, pouco se conhece sobre o seu processo de produção e as características que a distingue das demais farinhas. Este estudo objetiva relatar o desenvolvimento do projeto “QUALIDADE, IDENTIDADE E NOTORIEDADE DA FARINHA DE MANDIOCA DE NAZARÉ DAS FARINHAS-BA: UMA CONTRIBUIÇÃO À INDICAÇÃO GEOGRÁFICA”, apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB) – Edital 21/2011, em convênio com a Universidade Federal da Bahia, referente à construção de indicadores para subsidiar o pedido de Indicação Geográfica (IG) da Farinha de Mandioca do Vale do Copioba, e a avaliação dos impactos de desenvolvimento decorrentes do projeto, além do auxílio organizacional aos produtores, nesta Região. Uma equipe interdisciplinar elaborou instrumentos quantitativos e qualitativos para levantamento de dados, que foram submetidos a um Comitê de Ética em Pesquisa. Um questionário será aplicado a 200 produtores/trabalhadores da cadeia produtiva da farinha, o que possibilitará descrever o perfil sócio-demográfico da coletividade, antes e após a aquisição da qualificação. Este método compreende uma inovação na área e permitirá a avaliação de impactos socioeconômicos da IG na vida dos produtores e trabalhadores de farinha. As abordagens qualitativas aplicadas aos mesmos visam resgatar a memória local e a valorização do produto. O Edital FAPESB inaugura a implantação de uma política pública de extrema valia na Bahia, aliando uma equipe técnico-científica à prospecção tecnológica e à intervenção social a partir de IG.

Author Biographies

Nina Paloma Neves Calmon de Siqueira Branco, Universidade Federal da Bahia Faculdade de Farmacia PROJETO FAPESB de contribuição à IG de farinha de mandioca Mestranda em Master 2 Praticas da Interdisciplinaridade nas ciências Sociais - EHESS

Possui graduação em Ciências Sociais - Université Rene Descartes, Paris V, Sorbonne (2009). E especialização em Master 1 Sociologie d'enquête - Université Rene Descartes, Paris V, Sorbonne (2012). Atuando principalmente nos seguintes temas: Propriedade Intelectual, Indicação Geografica, Desenvolvimento Regional e Redes de Tecnologia através da Rede NIT - NE; e em Educação popular, Rede de educação popular da Seine Saint Denis, democracia participativa e sociologia do trabalho enquanto mestranda. Mestranda em Master 2 Praticas da Interdisciplinaridade nas ciências Sociais - EHESS. Membro do projeto de Contribuição à Indicação Geografica da Farinha de mandioca de Nazaré-BA UFBA/ FAPESB.

Ícaro Ribeiro Cazumbá da Silva, Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Farmácia Pesquisador do projeto FAPESB de contribuição à IG de farinha de mandioca. Mestrando em Ciência de Alimentos pela Faculdade de Farmácia da Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Mestrando em Ciência de Alimentos pela Faculdade de
Farmácia da Universidade Federal da Bahia (UFBA); Graduado
em Nutrição pela UFBA em 2011. Possui curso-técnicoprofissionalizante
em Técnico em Agropecuária pela Escola
Agrotécnica Federal Antônio José Teixeira (2005); Cursou o ensino médio na Escola Agrotécnica Federal Antônio José Teixeira; Atua principalmente nos temas: Segurança Alimentar e Nutricional, Comercio Informal de Alimentos, Alimentação Saudável, Aproveitamento Integral de Alimentos, Qualidade na
comercialização do Pescado, Tecnologia de Alimentos, Controle de Qualidade dos Alimentos e Vigilância Sanitária.

Alaane Caroline Benevides de Andrade, Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Farmácia Pesquisadora do projeto FAPESB de contribuição à IG de farinha de mandioca. Graduanda em Nutrição pela Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Graduanda em Nutrição pela Universidade Federal da Bahia. Atualmente membro do diretório acadêmico do curso de nutrição da ENUFBA, gestão 2011-2012. Coordenadora Regional da Executiva Nacional dos estudantes de Nutrição-ENEN.

Ryzia de Cassia Vieira Cardoso, Professor Adjunto III da Universidade Federal da Bahia , Brasil, Escola de Nutrição.

Possui graduação em Nutrição pela Universidade Federal da Bahia (1984), Mestrado e Doutorado em Ciência e Tecnologia de Alimentos, pela Universidade Federal de Viçosa (1992, 1999). Atualmente é Professor Associado III da Escola de Nutrição, da Universidade Federal da Bahia, e avaliadora de
curso do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas
Educacionais. Tem experiência na área de Ciência e Tecnologia
de Alimentos, com ênfase em Higiene de Alimentos, atuando principalmente nos seguintes temas: segurança de alimentos, comida de rua, alimentação escolar e vigilância sanitária de alimentos. É líder do Grupo de Pesquisa Segurança Alimentar e Comércio Informal de Alimentos - SACIA.

Janice Izabel Druzian, Professor Associado II da Universidade Federal da Bahia , Brasil, Faculdade de Farmácia.

Possui graduação em Química Industrial pela Universidade Federal de Santa Maria (1984), mestrado em Química pela Universidade Federal de Santa Catarina (1988) e doutorado em Ciência de Alimentos pela Universidade Estadual de Campinas (2000). Atualmente é professor Associado I da Universidade Federal da Bahia e professor permanente dos cursos de Mestrado em Ciência de Alimentos e de Mestrado e Doutorado de Engenharia Química da UFBA. Titulou aproximadamente 20 Mestres, supervisionou 4 Pós-doutorados, orientou mais de 30
projetos de Iniciação Cientifica, e orienta vários Doutorandos e Mestrandos. Tem experiência na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos e Biotecnologia, com ênfase em Ciência de Alimentos e Produção e Caracterização de Bioprodutos, e propriedade intelectual, atuando principalmente nos seguintes
temas: Analise cromatográfica de alimentos e bebidas, produção e caracterização de biopolimeros microbianos e, produção e caracterização de filmes de embalagens bioativas. Coordenou e/ou coordena aproximadamente 20 projetos de pesquisas aprovados por órgãos de Fomento Tecnológico: BNB,
CNPq, FAPESB, e CAPES. Instituições parceiras em projetos: UFMG, UFSCAR, USP, UNIT, UEFS, e IPT. É Coordenadora de Projetos dos Programas NANOBIOTEC e PROCAD CAPES para a
produção de biopolímeros microbianos e desenvolvimento de biomaterias/nanobiomateriais na forma de filmes flexíveis.
Consultora Científica de vários periódicos. Publicou
aproximadamente 30 artigos científicos em periódicos nacional e internacional e 3 capítulos de livros nacional e internacional. É inventora de 8 patentes (PI 0803131-2 A2; PI 0711108-8 A2, RPI 2008; PI0705950-7 A2, RPI 1992; PI0701765-0 A2;
Protocolos INPI 011100001119/2010; e
INPI011100001122/2010; INPI 0000221010784255/2011),
tem mais de 7 produtos tecnológicos e tem projetos conjuntos com empresas na área de embalagens e de biopolimeros, alem de ter ganho 15 prêmios, entre eles os Prêmios Inovação da FAPESB em 2010 e 2011.

Published

2012-10-28

Issue

Section

Artigos (Ativos de 2011 até 2014)