Estudo prospectivo sobre as propriedades terapêuticas do Zingiber officinale (gengibre) com ênfase na ação antimicrobiana

Authors

  • Luciane Santos Sousa
  • Ícaro Ribeiro Cazumbá da Silva
  • Denilson de Jesus Assis
  • Diego Roberto da Cunha Pascoal
  • Janice Izabel Druzian

DOI:

https://doi.org/10.7198/geintec.v3i5.332

Abstract

Registros históricos demonstram que as plantas medicinais eram utilizadas por vários povos, uma dessas o Zingiber officinal também conhecido como gengibre, encontrada em florestas tropicais, sendo nativo do sudeste Asiático. O gengibre é uma especiaria amplamente usada para aliviar sintomas como inflamação, doenças reumáticas e desconfortos gastrintestinais. Seus extratos e seus principais compostos pungentes, os gingeróis, têm mostrado varias atividades biológicas, incluindo efeito como agentes antineoplásicos, antiespasmódicos e antieméticos,inibidores de enzimas,anti-hemorrágicos,antifúngicos, protetores de células neurais, anti reumáticos, microbicidas, antiinflamatórios e antioxidantes. Para tanto, realizou-se uma prospecção com o intuito de obter um panorama mundial sobre o mercado tecnológico do gengibre, na qual foi feita uma pesquisa a partir de palavras-chave do tema em estudo com códigos da classificação internacional na base de dados do European Patent Office (EPO), se atendo em informações como os inventores, empresas envolvidas, evolução anual das patentes depositadas, a origem das tecnologias e distribuição por países.

Author Biographies

Luciane Santos Sousa

Ícaro Ribeiro Cazumbá da Silva

Denilson de Jesus Assis

Diego Roberto da Cunha Pascoal

Published

2013-12-16

Issue

Section

Artigos (Ativos de 2011 até 2014)