Mapeamento tecnológico dos processos de produção do ácido succínico a partir de fontes renováveis: uma análise no contexto brasileiro

Authors

  • Sabrina Dias de Oliveira
  • Adelaide Maria de Souza Antunes
  • Nei Pereira Junior

DOI:

https://doi.org/10.7198/geintec.v3i4.290

Abstract

O presente trabalho apresenta um mapeamento tecnológico dos processos de produção do ácido succínico a partir de fontes renováveis. O ácido bio-succínico foi escolhido por ter ampla aplicação na indústria de transformação, além de sua produção estar relacionada com a valorização de resíduos lignocelulósicos, enfatizando um novo direcionamento para o desenvolvimento industrial de forma sustentável, com base no conceito de biorrefinaria. A análise dos documentos de patentes BR identificou, dentre outros aspectos, ausência de pedidos de residentes brasileiros, no cenário nacional, e o significante número de depósitos de patentes BR com prioridade, principalmente, japonesa e americana. Fatores como o pouco conhecimento dos residentes brasileiros sobre proteção da propriedade intelectual e o complexo processo de integração universidade-empresa podem justificar esse panorama. Além disso, o fato do Brasil apresentar alta disponibilidade de recursos naturais, ser pouco competitivo no campo da biotecnologia e conhecido importador de produtos com alto valor agregado também pode explicar o interesse americano e japonês nesses setores específicos. Dentre os processos de produção de ácido succínico investigados, os procedimentos que fizeram uso de técnicas de Engenharia Genética estavam em maioria, indicando que esses processos podem ser mais competitivos frente as demais estratégias analisadas. Sendo assim, esse trabalho representa uma breve análise na área de prospecção de um bloco de construção para síntese química – o ácido succínico – que é/será essencial à economia brasileira e da qual o Brasil ainda é dependente de desenvolvimentos estrangeiros.

Published

2013-12-15

Issue

Section

Artigos (Ativos de 2011 até 2014)