Uso de marcadores moleculares na depressão: prospecção tecnológica

Authors

  • Keylla Conceição Machado Universidade Federal do Piauí
  • Kátia Conceição Machado Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas
  • Rivelilson Mendes Freitas Universidade Federal do Piauí

DOI:

https://doi.org/10.7198/geintec.v4i3.206

Abstract

Depressão é o transtorno psiquiátrico mais comum, constituindo uma condição que abrange sintomas psicológicos, comportamentais e físicos. O conhecimento sobre a presença ou não de mutações nos genes envolvidos no metabolismo dos antidepressivos podem fornecer subsídios importantes para ajudar no manejo de dosagens e para escolha das medicações utilizadas para o tratamento da depressão. O presente estudo objetivou realizar uma prospecção sobre as pesquisas já desenvolvidas e com resultados patenteados sobre o uso de marcadores moleculares na depressão. A prospecção foi realizada tendo como base os pedidos de patente depositados em 4 bancos de dados analisados, sendo eles, Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) do Brasil, no European Patent Office (EPO), United States Patent and Trademark Office (USPTO) e World Intellectual Property Organization (WIPO). Após a pesquisa foi constatado um pequeno número de patentes, apenas 7 encontradas nos bancos de dados analisados, se classificando em três classes diferentes C12Q, A61K e A61B. Contudo a aplicabilidade clínica do uso dos marcadores moleculares na depressão, ainda necessita consideráveis investimentos na obtenção de dados provenientes de estudos que iram proporcionar informações importantes sobre o tratamento dessa patologia.

Author Biographies

Keylla Conceição Machado, Universidade Federal do Piauí

Programa de Pós-Graduação em Farmacologia, Universidade Federal do Piauí, Teresina/Piauí, Brasil

Kátia Conceição Machado, Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas

Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas, Universidade Federal do Piauí, Teresina/Piauí, Brasil

Rivelilson Mendes Freitas, Universidade Federal do Piauí

Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas, Universidade Federal do Piauí, Teresina/Piauí, Brasil

Published

2014-09-28

Issue

Section

Artigos (Ativos de 2011 até 2014)