Prospecção tecnológica de sistemas mucoadesivos para doenças periodontais

Authors

  • Laisa Lis Fontinele Universidade Federal do Piauí
  • Francisco Rodrigo Asevedo Universidade Federal do Piauí
  • Hellen Kelen Medeiros Universidade Federal do Piauí
  • Livio Cesar Cunha Universidade Federal do Piauí

DOI:

https://doi.org/10.7198/geintec.v3i4.197

Abstract

As doenças periodontais abrangem diversas condições inflamatórias, com ou sem infecções, em torno do dente e gengiva, causando desconfortos e redução da qualidade de vida em 15% a 90% da população adulta no mundo. Para contornar esse problema, as formulações terapêuticas disponíveis foram tecnologicamente redirecionadas para a aplicação local na mucosa oral. Recentemente essa via ganhou um novo aliado, os sistemas mucoadesivos de liberação prolongada, permitindo maior tempo de ação com uma mesma aplicação, reduzindo desconfortos e aumentando a adesão. O objetivo do presente estudo foi realizar uma prospecção tecnológica, em bancos nacionais e internacionais, de sistemas mucoadesivos para doenças periodontais, analisando a quantidade e os tipos de registros de depósitos de pedido de patente depositados na atualidade. Neste trabalho, fornecemos um panorama geral do estado da arte em relação a este tema.

Author Biographies

Laisa Lis Fontinele, Universidade Federal do Piauí

Possui graduação em Farmacia pela Universidade Federal do Piauí (2011). Tem experiência na área de Farmácia, com ênfase em Tecnologia Farmacêutica, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento, controle de qualidade, estudo de estabilidade e ensaios pré-clínicos de medicamentos. Atualmente é aluna do Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, na Universidade Federal do Piauí (2012) e Professora Temporária de Validação de Métodos, Limpeza e Processos na mesma instituição.

Francisco Rodrigo Asevedo, Universidade Federal do Piauí

Graduado em Farmácia (2011), especialista em Farmacologia Clínica (2012), possui experiência em Assistência e Atenção Farmacêutica, Seguimento Farmacoterapêutico. Atualmente, investiga o potencial farmacológico e toxicologia pré-clínica de monoterpenos e derivados acetilados para doenças no Sistema Nervoso Central.

Hellen Kelen Medeiros, Universidade Federal do Piauí

Possui graduação em FARMÁCIA/BIOQUÍMICA pela Universidade Federal do Piauí . É especialista em SAÚDE PÚBLICA e em SAÚDE DA FAMÍLIA pelo Instituto Brasileiro de Pós-Graduação e Extensão. Atualmente é mestranda do PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS da Universidade Federal do Piauí, desenvolvendo a pesquisa 'Estudo da toxicidade e avaliação neuroquímica de uma diidropiridina na forma lipossomal'

Livio Cesar Cunha, Universidade Federal do Piauí

Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal do Ceará (1996), habilitação em Indústria Farmacêutica pela Universidade Federal do Ceará (1997), mestrado (2000), doutorado (2008) em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Federal de Pernambuco e pós-doutorado em tecnologia farmaceutica pela Universidade de Coimbra-Portugal. Atualmente é sub-coordenador do Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas - UFPI. Professor Adjunto do Curso de Farmácia da Universidade Federal do Piauí, membro permanente do Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas-Mestrado (UFPI) e do Programa de Pós-graduação em Biotecnologia-Mestrado e Doutorado(UFPI/RENORBIO). Bolsista de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora - DT 2012. Coordenador da Camara Tecnica em Inovação da FAPEPI. Tem experiência na área de tecnologia farmacêutica e farmacoepidemiologia, com ênfase em uso, produção e controle de medicamentos. Atua principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento tecnológico e estudos de utilização de medicamentos.

Published

2013-12-03

Issue

Section

Artigos (Ativos de 2011 até 2014)