Políticas de incentivo à inovação tecnológica no Brasil - a interação das instituições científicas e tecnológicas com empresas: um estudo do Instituto Nacional de Tecnologia (INT) e das empresas do setor químico

Authors

  • Telma de Oliveira Instituto Nacional de Tecnoligia
  • Suzana Borschiver Engenharia Química, UERJ-1985, - Licenciatura em Quimica, UERJ- 1988, Mestrado em Engenharia Química, UFRJ,1997 e Doutorado em Engenharia Química, UFRJ - 2002, sempre na área de Gestão e Inovação Tecnológica. Em 2006 finalizou o projeto de pós doutorado empresarial com a Oxiteno, intitulado Indicadores de PD&E para uma empresa quimica. Atualmente é professora Associada da EQ da UFRJ e coordenadora do NEITEC (Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos www.neitec.com). Atua na graduação e na pós graduação como membro permanente da Pós-Graduação em Tecnologia em processos químicos e Bioquímicos, no Mestrado Profissional em Petroquímica e no Mestrado Profisisonal em Engenharia Ambiental, com a Escola Politécnica/UFRJ. Participou, em 2007, como membro permanente do MINTER realizado pela EQ/UFRJ e a UNIMINAS em Uberlândia e como professora convidada no Doutorado em Gestão em Biotecnologica, na UFAM, Manaus. Membro da Comissao de Tecnologia da ABIQUIM, da Comissão de Petroquímica do IBP e atualmente está como Vice Presidente Nacional da ABEQ. Tem experiência na área de Gestão e Inovação Tecnológica, com ênfase em Organização Industrial e Estudos Industriais, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão e informação tecnológica, estudos de cadeias produtivas, prospecção tecnológica, (com utilizaçao de software de base de dados como PAJEK e MANGROVE) comércio exterior e roadmapping. Coordenadora Técnica e Perita em Diversos Projetos como o Projeto da UE;Redes de Centros Tecnológicos e Apoio às pequenas e Médias Empresas Brasileiras, coordenado pela FINEP em 2006. Participa de diversos projetos de pesquisa, como Prioridade e Pensa Rio, da FAPERJ, direcionados para oportunidade de produção de biocombustível e bioprodutos, através das microalgas. Realizou em 2009 um estágio DOCENTE(Programa EBW- Euro Brazilian Windows) de 3 meses na Universidade do Porto, Portugal, no departamento de Engenharia Industrial e Gestão, onde ministrou cursos de Prospecção Tecnológica no INESC-PORTO). Em 2009 coordenou 2 projetos de Prospecção Tecnológica e Roadmap, respectivamente com a FCC (Fábrica Carioca de Catalisadores), na área de catalisadores industriais e com o SENAI, na área de Automação Industrial. Coordenadora dos I e II Workshop sobre Inovação e Sustentabilidade na Indústria Química Brasiliera (2009 e 2010), de curso de extensão da EQ e do curso de especialização GETIQ (Gestão Empresarial para a Indústria Química (EQ/UFRJ e ABIQUIM). Recentemente participou da coordenação técnica de um estudo de prospecção tecnológica sobre Janelas de Oportunidades para a Indústria Sucroquímica e Alcoquímica Brasileira.

DOI:

https://doi.org/10.7198/geintec.v3i3.173

Abstract

Esse trabalho tem comoobjetivo, analisar as interações de uma Instituição Científica e Tecnológica(ICT), o Instituto Nacional de Tecnologia (INT), com as empresas do setorquímico, importante área de atuação da instituição. Visa também, avaliar oconhecimento dessas empresas, sobre as políticas de incentivo à inovação, equanto elas tem contribuído para a relação ICT - Empresa. Verificou-se quetanto por parte do INT quanto por parte das empresas, que a maior interaçãoocorre na prestação de serviços tecnológicos. Em relação às políticas deincentivo à inovação verificou-se que a Lei de Inovação e a recente criação daEmpresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial - Embrapii ainda nãoimpactaram significativamente na realização de projetos conjuntos de P&D.Constatou-se que há por parte das empresas químicas, um maior interesse pelapolítica de incentivos fiscais (Lei do BEM), fato explicado pela busca namelhoria da competitividade das empresas do setor.

Author Biographies

Telma de Oliveira, Instituto Nacional de Tecnoligia

Chefe da Divisão de Inovação Tecnológica do Instituto Nacional de Tecnologia. Cursando Doutorado na área de Gestão e Inovação Tecnológica do Programa de Pós Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da Escola de Química da UFRJ. Concluiu o Mestrado no mesmo programa e área de concentração. Graduada em Engenharia Química pela mesma Instituição

Suzana Borschiver, Engenharia Química, UERJ-1985, - Licenciatura em Quimica, UERJ- 1988, Mestrado em Engenharia Química, UFRJ,1997 e Doutorado em Engenharia Química, UFRJ - 2002, sempre na área de Gestão e Inovação Tecnológica. Em 2006 finalizou o projeto de pós doutorado empresarial com a Oxiteno, intitulado Indicadores de PD&E para uma empresa quimica. Atualmente é professora Associada da EQ da UFRJ e coordenadora do NEITEC (Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos www.neitec.com). Atua na graduação e na pós graduação como membro permanente da Pós-Graduação em Tecnologia em processos químicos e Bioquímicos, no Mestrado Profissional em Petroquímica e no Mestrado Profisisonal em Engenharia Ambiental, com a Escola Politécnica/UFRJ. Participou, em 2007, como membro permanente do MINTER realizado pela EQ/UFRJ e a UNIMINAS em Uberlândia e como professora convidada no Doutorado em Gestão em Biotecnologica, na UFAM, Manaus. Membro da Comissao de Tecnologia da ABIQUIM, da Comissão de Petroquímica do IBP e atualmente está como Vice Presidente Nacional da ABEQ. Tem experiência na área de Gestão e Inovação Tecnológica, com ênfase em Organização Industrial e Estudos Industriais, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão e informação tecnológica, estudos de cadeias produtivas, prospecção tecnológica, (com utilizaçao de software de base de dados como PAJEK e MANGROVE) comércio exterior e roadmapping. Coordenadora Técnica e Perita em Diversos Projetos como o Projeto da UE;Redes de Centros Tecnológicos e Apoio às pequenas e Médias Empresas Brasileiras, coordenado pela FINEP em 2006. Participa de diversos projetos de pesquisa, como Prioridade e Pensa Rio, da FAPERJ, direcionados para oportunidade de produção de biocombustível e bioprodutos, através das microalgas. Realizou em 2009 um estágio DOCENTE(Programa EBW- Euro Brazilian Windows) de 3 meses na Universidade do Porto, Portugal, no departamento de Engenharia Industrial e Gestão, onde ministrou cursos de Prospecção Tecnológica no INESC-PORTO). Em 2009 coordenou 2 projetos de Prospecção Tecnológica e Roadmap, respectivamente com a FCC (Fábrica Carioca de Catalisadores), na área de catalisadores industriais e com o SENAI, na área de Automação Industrial. Coordenadora dos I e II Workshop sobre Inovação e Sustentabilidade na Indústria Química Brasiliera (2009 e 2010), de curso de extensão da EQ e do curso de especialização GETIQ (Gestão Empresarial para a Indústria Química (EQ/UFRJ e ABIQUIM). Recentemente participou da coordenação técnica de um estudo de prospecção tecnológica sobre Janelas de Oportunidades para a Indústria Sucroquímica e Alcoquímica Brasileira.

Engenharia Química, UERJ-1985, - Licenciatura em Quimica, UERJ- 1988, Mestrado em Engenharia Química, UFRJ,1997 e Doutorado em Engenharia Química, UFRJ - 2002, sempre na área de Gestão e Inovação Tecnológica. Em 2006 finalizou o projeto de pós doutorado empresarial com a Oxiteno, intitulado Indicadores de PD&E para uma empresa quimica. Atualmente é professora Associada da EQ da UFRJ e coordenadora do NEITEC (Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos www.neitec.com). Atua na graduação e na pós graduação como membro permanente da Pós-Graduação em Tecnologia em processos químicos e Bioquímicos, no Mestrado Profissional em Petroquímica e no Mestrado Profisisonal em Engenharia Ambiental, com a Escola Politécnica/UFRJ. Participou, em 2007, como membro permanente do MINTER realizado pela EQ/UFRJ e a UNIMINAS em Uberlândia e como professora convidada no Doutorado em Gestão em Biotecnologica, na UFAM, Manaus. Membro da Comissao de Tecnologia da ABIQUIM, da Comissão de Petroquímica do IBP e atualmente está como Vice Presidente Nacional da ABEQ. Tem experiência na área de Gestão e Inovação Tecnológica, com ênfase em Organização Industrial e Estudos Industriais, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão e informação tecnológica, estudos de cadeias produtivas, prospecção tecnológica, (com utilizaçao de software de base de dados como PAJEK e MANGROVE) comércio exterior e roadmapping. Coordenadora Técnica e Perita em Diversos Projetos como o Projeto da UE;Redes de Centros Tecnológicos e Apoio às pequenas e Médias Empresas Brasileiras, coordenado pela FINEP em 2006. Participa de diversos projetos de pesquisa, como Prioridade e Pensa Rio, da FAPERJ, direcionados para oportunidade de produção de biocombustível e bioprodutos, através das microalgas. Realizou em 2009 um estágio DOCENTE(Programa EBW- Euro Brazilian Windows) de 3 meses na Universidade do Porto, Portugal, no departamento de Engenharia Industrial e Gestão, onde ministrou cursos de Prospecção Tecnológica no INESC-PORTO). Em 2009 coordenou 2 projetos de Prospecção Tecnológica e Roadmap, respectivamente com a FCC (Fábrica Carioca de Catalisadores), na área de catalisadores industriais e com o SENAI, na área de Automação Industrial. Coordenadora dos I e II Workshop sobre Inovação e Sustentabilidade na Indústria Química Brasiliera (2009 e 2010), de curso de extensão da EQ e do curso de especialização GETIQ (Gestão Empresarial para a Indústria Química (EQ/UFRJ e ABIQUIM). Recentemente participou da coordenação técnica de um estudo de prospecção tecnológica sobre Janelas de Oportunidades para a Indústria Sucroquímica e Alcoquímica Brasileira.

Published

2013-09-08

Issue

Section

Artigos (Ativos de 2011 até 2014)