ETERIFICAÇÃO DO GLICEROL: UMA PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA

Sergiane de Jesus Rocha Mendonça, Angela Maria Correa Mouzinho Santos, Adeilton Pereira Maciel, Caritas de Jesus Silva Mendonça, Gilvanda Silva Nunes, Fernando Carvalho Silva

Resumo


No intuito de melhorar as condições ambientais, como redução de gases tóxicos provenientes de combustíveis fósseis, a produção de biodiesel no Brasil vem aumentando desde 2008 com 2% a 7% de adição do biodiesel ao diesel mineral, o que proporciona um aumento na produção do glicerol bruto que sai dos reatores de produção junto com o biodiesel. A produção de éteres de glicerol com aplicação para aditivos para combustível é uma alternativa promissora para valorizar este subproduto. Este trabalho aborda a prospecção tecnológica sobre reações de eterificação do glicerol na presença de álcoois utilizando catalisadores ácidos e líquidos iônicos. Foram realizadas buscas nas seguintes bases de patentes: Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), European Patent Office (EPO), United States Patent and Trademark Office (USPTO), Derwent Innovations Index e World Intellectual Property Organization (WIPO). A pesquisa foi realizada de novembro de 2015 a janeiro de 2016, caracterizando um estudo documental. Foi possível observar que o código de classificação C07 estava presentes em todos os termos usados na busca, e que o WIPO é o escritório de patentes com maior número de depósitos, enquanto que o INPI apresenta menor número, o que indica a necessidade da realização de mais estudos acerca desse tema em nosso País, haja vista que se trata de uma das políticas energéticas governamentais.

 


Referências


ANP. Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Biocombustíveis. Disponível em: . Acesso em 7 de jan. 2016.

ARREDONDO, V. M., BACK, D., CORRIGAN, P., KREUZER, D., CEARLEY, A. Processes for converting glycerol to glycerol ethers. Patente WO 113776, 11 oct. 2007.

BIODIESELBR. Disponível: < http://www.biodieselbr.com/ >. Acesso em: 05 jan 2016.

CHIAPPE C, RAJAMANI S. Synthesis of glycerol carbonate from glycerol

and dimethyl carbonate in basic ionic liquids. Pure and Applied Chemistry. v.84, p. 755-762, 2012.

DUPONT, J. On the solid, liquid and solution structural organization of imidazolium ionic liquids. Journal of Brazilian Chemical Society. São Paulo, v.15, n. 3, mai/jun 2004.

EPO. Espacenet Patent Search. Disponível em: . Acesso em: jan. 2016.

INPI. Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Disponível em: . Acesso em: dez. 2015.

JAMRÓZ, M.E. et al. Mono-, di- and tri-tert-butyl ethers of glycerol: A molecular spectroscopy study. Spectrochimica Acta A, Poland, p. 980-988, 2006.

JAWORSKI, Maria A. et al. Glycerol etherification with benzyl alcohol over sulfated zirconia

catalysts. Applied Catalysis A: General, v. 505, p. 36–43, 2015.

KERR, B.J., DOZIER, W.A., BREGENDAHL, K., Nutritional value of crude glycerin for

nonruminants, Proceedings of the 23rd Annual Carolina Swine Nutrition

Conference, Raleigh, NC, 2007, pp. 6–18.

KLEPACOVA, K. et al. Etherification of glycerol and ethylene glycol by isobutylene. Applied Catalysis A: General, v. 328, p. 1–13, 2007.

Liao, X, Wang Sheng-Guang, Zhub, Yulei Nguyen et al. SO3H-functionalized ionic liquids as efficient catalysts for the synthesisof bioadditives. Fuel Process Technology. 2012; 74-79.

MENDONÇA, S. J. R.; Sintese e caracterização de éteres de glicerina como aditivos oxigenados para o diesel. Dissertação (Mestrado em Química). Universidade Federal do

Maranhão, São Luís, 2010.

MOTA, C. J.et al.. Gliceroquímica: Novos produtos e processos a partir da glicerina de produção de biodiesel. Química Nova. Rio de Janeiro, v. 32, n. 3, p. 639-648, jan.-mar. 2009.

PAGLIARO, M. ROSSI, M. The future of glicerol: news uses of a versatile raw material. RSC Publishing, 2008. 104 p.

PERIÓDICOS CAPES. Disponível em: . Acesso em: jan. 2016.

PNPB, Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel. Disponível em: , Acesso em 5 dez. 2015.

SUPPES, G. J. et al. Cetane-improver analysis and impact of activation energy on the relative performance of 2-ethylhexyl nitrate and tetraethylene glycol dinitrate. Industrial & Engineering Chemistry Research, v. 36, p. 4397, 1997.

USPTO. United States Patent and Trademark Office. Disponível: . Acesso em: 4 jul. 2016.

WIPO. World Intelectual Property Organization.World patent report – a statistical review. WIPO: Geneva, 2015.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos"
Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. revistageintec@gmail.com