Scientific prospection on sustainability indexes used in agriculture

Ana Luiza Privado Martins, Mayra Nina Araujo Silva, Mayanna Karlla Lima Costa, Alana das Chagas Ferreira Aguiar

Resumo


A avaliação dos impactos provocados pela agricultura é fundamental para o entendimento do nível de sua sustentabilidade. Nesse contexto, índices de sustentabilidade podem ser utilizados para medição, pois consistem em informações que facilitam a compreensão de dados. Este trabalho teve como objetivo realizar uma prospecção da utilização de índices para avaliação da sustentabilidade agrícola e apresentar uma visão geral das metodologias mais empregadas. Para isso, foram realizadas buscas sobre Índices de Sustentabilidade aplicados à Agricultura no banco de publicações científicas do Science Direct. A pesquisa coletou dados entre os anos de 2004 e 2015, em revistas de várias áreas. Os artigos foram analisados individualmente para certificação de que tratavam sobre o tema abordado. Foi encontrado um total de 496 resultados, sendo que destes, apenas 71 tratavam sobre a temática específica. O ano de 2015 foi o que apresentou maior porcentagem de artigos publicados. A China destacou-se com o maior número de publicações na área entre os anos da pesquisa, com um total de 24 artigos, enquanto o Brasil teve apenas 2 publicações para o mesmo período. Dentre as metodologias utilizadas, destaca-se o Índice Sustentável de Emergia. Diante do número reduzido de manuscritos sobre a temática, conclui-se que este consiste em um assunto promissor para pesquisa e desenvolvimento.


Palavras-chave


sustainable development; methodologies; agricultural system; indicators.

Texto completo:

PDF

Referências


BIDONE, E. D.; MORALES, P. R. D. Desenvolvimento Sustentável e Engenharia (Enfoque Operacional). Rio de Janeiro: Fundação Ricardo Franco, 260 p. 2004.

BOYLE, P.; HAYES, M.; GORMALLY, M.; SULLIVAN, C.; MORAN, M. Development of a nature value index for pastoral farmland—A rapid farm-level assessment. Ecological Indicators, v. 56, p. 31-40. 2015.

BROWN, M. T. "Environmental Accounting: Emergy Perspectives on Sustainability". Dialogo LI. Valoração económica en el uso de los recursos naturales y el medio ambiente. Programa Cooperativo para el Desarrollo Tecnológico del Cono Sur (Procisur). Instituto Interamericano de Cooperación para la Agricultura (IICA). Montevideo, Uruguay, p. 47-70. 1998.

CHAPAGAIN, A. K.; HOEKSTRA, A. Y.; SAVENIJE, H. H. G.; GAUTAM, R. The water footprint of cotton consumption: an assessment of the impact of worldwide consumption of cotton products on the water resources in the cotton producing countries. Ecological Economics, v. 60, p. 186-203. 2006.

CHAPAGAIN, A. K.; HOEKSTRA, A. Y. The water footprint of coffee and tea consumption in the Netherlands. Ecological Economics, v. 64, n. 1, p. 109-118. 2007.

COSTA, A. A. V. M. R. Agricultura Sustentável II: Avaliação. Revista de Ciências Agrárias, p. 75-89. 2010.

CRD Analytics. Global Sustainability Index. 2012.

DAHL, A. L. The big picture: comprehensive approaches. In: MOLDAN, B.; BILHARZ, S. (Eds.). Sustainability indicators: report of the project on indicators of sustainable development. Chichester: John Wiley & Sons Ltd., p. 69-83. 1997.

FAO – Food and Agriculture Organization of the United Nations – Agriculture Setor- Countries. 2014. Disponível em: . Acesso em 26/07/2015.

GÓMEZ-LIMÓN, J. A.; SANCHEZ-FERNANDEZ, G. Empirical evaluation of agricultural sustainability using composite indicators. Ecological Economics, v. 69, p. 1062-1075. 2010.

HANSEN, J. W. Is agricultural sustainability a useful concept? Agricultural Systems, v. 50, n. 1, p. 117-143. 1996.

HOEKSTRA, A. Y. Human appropriation of natural capital: A comparison of ecological footprint and water footprint analysis. Ecological Economics, v. 68, p. 1963-1974. 2009.

JHA, R.; MURTHY, K. V. B. A Critique of the Environmental Sustainability Index. Australian National University Division of Economics Working Paper. Social Science Research Network. 2003. Disponível em: . Acesso em: 28 de junho de 2015.

LIU, X.; LIU, G.; YANGA, Z.; CHENA, B.; ULGIATI, S. Comparing national environmental and economic performances through emergy sustainability indicators: Moving environmentalethics beyond anthropocentrism toward ecocentrism. Renewable and Sustainable Energy Reviews, v. 58, p. 1532-1542. 2016.

MASERA, Ó.; ASTIER, M.; LÓPEZ-RIDAURA, S. Sustentabilidad y manejo de recursos naturales. El marco de evaluación MESMIS. GIRA A. C. - Mundi-Prensa: México. 109 p. 2000.

MELO, L. E de; CÂNDIDO, G. A. O uso do método IDEA na avaliação de sustentabilidade da agricultura familiar no município de Ceará-Mirim – RN. REUNIR, v. 3, n. 2, p. 1-19. 2013.

MOURA, L. G. V Indicadores para a avaliação da sustentabilidade em sistemas de produção da agricultura familiar: O caso dos fumicultores de Agudo – RS. 2002. 230 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Rural) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Sul. 2002.

ODUM, H. T. Emergy Evaluation, in Advances. In: ULGIATI, S.; BROWN, M. T., GIAMPIETRO, M.; MAYUMI, K. & HENDERSON, R. Energy Studies: Energy Flows in Ecology and Economy, Proceedings of International Workshop held at Porto Venere, Italy: Ed. MUSIS. p. 99 -112. 1998.

PEREIRA, L. G. P. Síntese dos métodos de pegada ecológica e análise emergética para diagnóstico da sustentabilidade de países: o Brasil como estudo de caso. 2008. 179 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Alimentos). Universidade Estadual de Campinas, Campinas. 2008.

RUSCHEINSKY, A. [org]. Sustentabilidade: uma paixão em movimento. In: RUSCHEINSKY, A. No conflito das interpretações: o enredo da sustentabilidade. Porto Alegre: Sulina. 181 p. 2004.

SADOK, W.; ANGEVIN, F.; BERGEZ, J. E.; BOCKSTALLER, C.; COLOMB, B.; GUICHARD, L.; REAU, R.; MESSÉAN, A.; DORÉ, T. MASC, a qualitative multi-attribute decision model for ex ante assessment of the sustainability of cropping systems. Agronomy for Sustainable Development, v. 29, p. 447-461. 2009.

SICHE, R.; AGOSTINHO, F.; ORTEGA, E.; ROMEIRO, A. Índices versus indicadores: Precisões conceituais na discussão da sustentabilidade de países. Ambiente & Sociedade, v. 10, n. 2, p. 137-148. 2007.

SILVA, L. F. A. Construção de um índice de sustentabilidade ambiental agrícola (ISA): Uma proposta metodológica. 2007. 214 f. Tese (Doutorado em Economia Aplicada) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas. 2007.

SILVA, V. DE P. R.; ALEIXO, D. DE O.; DANTAS NETO, J.; MARACAJÁ, K. F. B.; ARAÚJO, L. E. de. Uma medida de sustentabilidade ambiental: Pegada hídrica. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 17, n. 1, p. 100-105. 2013.

ZHAO, S.; LI, Z.; LI, W. A. Modified Method of Ecological Footprint Calculation and its Application. Ecological Modelling, v. 185, p. 65-77. 2005.




DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v8i2.920

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Aracaju/SE. Universidade Federal de Sergipe. Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos" 

Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. revistageintec@gmail.com