Prospecção tecnológica de Eugenia Uniflora l. (Myrtaceae)

Adonias Almeida Carvalho, Paula Maria de Almeida Santos, Wilmara de Carvalho Santos

Resumo


Eugenia uniflora, pertencente à família Myrtaceae, é uma espécie arbórea, nativa do Bioma Mata Atlântica e conhecida no Brasil como pitangueira. É uma planta de frutos comestíveis, o chá das folhas tem aplicação na medicina popular como hipotensor, antigota, estomáquico e hipoglicemiante. Explorada pelas indústrias alimentícias, cosméticas e medicinais, é alvo de contínuos estudos em relação à composição química do óleo essencial. Este trabalho é uma prospecção e tem como objetivos mapear as pesquisas patenteadas referentes à pitangueira. A prospecção foi realizada com base nos pedidos de patentes depositadas no European Patent Office (EPO), na World Intellectual Property Organization (WIPO), no United States Patent and Trademark Office (USPTO) e no Instituto Nacional de Propriedade Industrial do Brasil (INPI) com coleta de dados nos meses de agosto e setembro de 2015. USPTO foi a base de dados que apresentou o maior número de pedidos patentes e o INPI apresentou um número pouco expressivo envolvendo a E. uniflora. No período de 2006 a 2015 observou-se, de modo geral, um aumento no número de pedido de patentes, verificou-se ainda que os Estados Unidos é o maior detentor de patentes, com destaque para as seções A (Necessidades Humanas) e C (Química; Metalurgia) da classificação internacional de patentes.


Texto completo:

PDF

Referências


ALICE, C. B. et al. Screening of plants used in south Brazilian folk medicine. Journal of Ethnopharmacology, v.35, p.165-171, 1991.

ALMEIDA, D.J.; FARIA, M.V.; SILVA, P.R. Biologia experimental em Pitangueira: uma revisão de cinco décadas de publicações científicas. Ambiência, v.8, n.1, p. 177 - 193, 2012.

ALONSO, J. R. Tratado de Fitomedicina. Bases Clínicas y Farmacológicas, Buenos Aires: Isis Ediciones S.R.L., 1998.

BANDONI, A. L. et al. Survey of Argentine medicinal plants. I. Folklore and phytochemical screening. Lloydia, v. 35, p. 69-80, 1972.

CONSOLINI, A.E., BALDINI, O.A., AMAT, A.G. Pharmacological basis for the empirical use of Eugenia uniflora L. (Myrtaceae) as antihypertensive. J. Ethnopharmacol, v. 66, p. 33-39, 1999.

CONSOLINI, A. E.; SARUBBIO, M. G. Pharmacological effects of Eugenia uniflora (Myrtaceae) aqueous crude extract on rat’ heart. Journal of Ethnopharmacology. v. 81, p. 57-63, 2002.

DONADIO, L.C.; MÔRO, F.V.; SERVIDONE, A.A. Frutas brasileiras. Jaboticabal: Novos Talentos, 2002. 288p.

KUSKOSKI, E. M., ASUERO, A. G., MORALES, M. T., FETT, R. Frutos tropicais silvestres e polpas de frutas congeladas: atividade antioxidante, polifenóis e antocianinas. Ciência Rural, v. 36, n. 4, p. 1283-1287, 2006.

LEE, M-I., NISHIMOTO, S., YANG, L-L., YEN, K-Y., HATANO, T., YOSHIDA, T., OKUDA, Y. Two macrocyclic hydrolysable tannin dimers from Eugenia uniflora. Phytochemistry, v. 44, p. 1343-1349, 1997.

LIMA, V. L. A. G. de; MÉLO, E.A.; LIMA, D.E.S. Fenólicos e carotenoides totais em pitanga Scientia agricola, v. 59, n.3, p. 447-450, 2002.

LOPES, A. S. Pitanga e Acerola: Estudo de processamento, estabilidade e formulação de néctar misto. 2005. 137f. Tese (Doutorado em Tecnologia de Alimentos) – Universidade Estadual de Campinas, São Paulo.

NEWMAN, D. J.; CRAGG, G. M.; SNADER, K. M. The influence of natural products upon drug discovery. Natural Product Reports, v. 17, p. 215-234, 2000.

MAYERHOFF, Z.D.V.L. Uma Análise Sobre os Estudos de Prospecção Tecnológica. Cadernos de Prospecção, v.1, n.1, p.7-9, 2008.

OLIVEIRA, F. M. N. Secagem e armazenamento da polpa de pitanga. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) – Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba. 2006.

OLIVEIRA; G. B. Algumas considerações sobre a inovação tecnológica: crescimento econômico e sistemas nacionais de inovação. Revista FAE, v. 4, n. 3, p. 8-12, 2001.

PEPATO, M. T. et al. Lack of antidiabetic effect of a Eugenia jambolana leaf decoction on rat streptozotocin diabetes. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v.34, p. 389-395, 2001.

SANCHOTENE, M. C. C. Frutíferas nativas úteis à fauna na arborização urbana. Porto Alegre. Rio Grande do Sul: FEPLAM, 1985.

SANTOS, F. R. FILHO, R.B. CASTRO, R.N. Influência da idade das folhas de Eugenia uniflora L. na composição química do óleo essencial. Quím. Nova, v.38, n.6, p. 762-768, 2015

SOUZA, V. C.; LORENZI, H. Botânica Sistemática: Guia ilustrado para identificação das famílias de Fanerógamas nativas e exóticas no Brasil, baseado em APG III. 3. Ed. Nova Odessa: Instituto Plantarum, 2012.

TEIXEIRA, Luciene Pires. Prospecção tecnológica: importância, métodos e experiências da Embrapa Cerrados/Luciene Pires Teixeira. - Planaltina, DF: Embrapa Cerrados, 2013.




DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v6i2.865

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Aracaju/SE. Universidade Federal de Sergipe. Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos" 

Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. [email protected]