Identificação de fatores críticos de sucesso em um projeto colaborativo universidade-empresa: inovação de um componente de refrigeração doméstica

Catarina Erika Saito, Álvaro Guillermo Rojas Lezana, Paulo Augusto Cauchick Miguel

Resumo


Os projetos colaborativos entre universidades e empresas têm sido assunto recorrente em discussões que salientam a importância dessa interação para a criação de inovação e desenvolvimento de uma nação. Nesse contexto, este trabalho tem como objetivo identificar fatores críticos de sucesso em um projeto colaborativo entre universidade e empresa no processo de inovação de um produto. Para a consecução do objetivo, os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas com líderes de projeto sendo complementado com a aplicação de questionários para membros da equipe do projeto. A unidade de análise consistiu-se em um projeto colaborativo de pesquisa e desenvolvimento entre uma universidade brasileira, representada por um laboratório de pesquisa e uma indústria de componentes de refrigeração. O resultado mais significativo decorrente do estudo foi que, independentemente da importância atribuída a cada fator, existem fatores considerados influentes para a inovação que não estiveram presentes no projeto analisado. Nesse sentido, concluiu-se que analisar esses fatores é importante para uma gestão eficaz do projeto pelo fato de propiciar um maior suporte na tomada de decisão.


Texto completo:

PDF

Referências


ALBERTIN E. V.; AMARAL D. C. Contexto da parceria como qualificador da gestão de projetos universidade-empresa. Produção, v. 20, n. 2, p. 224-236, 2010.

ALIAS, Z. et al. Determining Critical Success Factors of Project Management Practice: A Conceptual Framework. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 153, p. 61-69, 2014.

BARNES T.A.; PASHBY I.R.; GIBBONS A.M. Managing collaborative R&D projects development of a practical management tool. International Journal of Project Management, v.24, n. 5, p. 395-404, 2006.

BRASIL. Lei n 10.973, de 2 de dezembro de 2004. Dispõe sobre incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no ambiente produtivo e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 7 maio 2012.

CAUCHICK MIGUEL, P.A., SOUSA, R. O Método do Estudo de Caso na Engenharia de Produção. In: CAUCHICK MIGUEL, P.A. (Org). Metodologia de Pesquisa em Engenharia de Produção e Gestão de Operações. 2ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012. p. 131–148

CLOSS L.; et al..Organizational Factors that Affect the University-Industry Technology Transfer Processes of a Private University. Journal of Technology Management & Innovation, v. 7, n.1, p. 104-117, 2012.

DAVILA, T.; EPSTEIN, M. J.; SHELTON, R. As regras da inovação. Porto Alegre: Bookman, 2007.

FREEMAN, C.; SOETE L. A economia da inovação industrial. (Col. Clássicos da Inovação), Campinas: Editora Unicamp, 2008.

HWANG, B. G.; LIM, E. S. J. Critical Success Factors for Key Project Players and Objectives: Case Study of Singapore. Journal of Construction Engineering and Management, v. 139, n. 2, p. 204-215, 2013.

LAGZIAN, F. ABRIZAH, A.; WEE, M. C. An identification of a model for digital library critical success factors. The Electronic Library, v. 31, n. 1, p. 5-23, 2013.

MARTINS, F. A.; SANTANA, J. R. Mecanismos de interação universidade-empresa: uma iniciativa no setor de P&G do Estado de Sergipe. Revista GEINTEC, v. 3, n.3, p. 84-102, 2013.

MORA-VALENTIN E. M.; MONTORO-SANCHEZ A.; GUERRAS-MARTIN L. A. Determining factors in the success of R&D cooperative agreements between firms and research organizations. Research Policy, v. 33, n. 1, p. 17-40, 2004.

NAGANO, M.S.; STEFANOVITZ, J.P.; VICK, T.E. Caracterização de Processos e Desafios de Empresas Industriais Brasileiras na Gestão da Inovação. Revista Brasileira de Gestão e Negócios, v. 16, n. 51, p. 163-179, 2014.

OECD – Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Manual de OSLO: diretrizes para coleta e interpretação de dados sobre inovação. 3ª ed. Paris: OECD, 2005. Disponível em: < http://www.mct.gov.br/upd_blob/0026/26032.pdf>. Acesso em 5 maio 2012.

ORDUNA-MALEA, E.; AYTAC, S. Revealing the online network between university and industry: the case of Turkey. Scientometrics, p. 1-18, 2015.

ROCKART, J. F. Chief Executives Define Their Own Data Needs. Harvard Business Review, p. 81-92, 1979.

SUGANDHAVANIJA P. et al. Determination of effective university-industry joint research for photovoltaic technology transfer (UIJRPTT) in Thailand. Renewable Energy, v. 36, n. 2, p. 600-607, 2011.

THUNE T. Success Factors in Higher Education–Industry Collaboration: A case study of collaboration in the engineering field. Tertiary Education and Management, v. 17, n. 1, p. 31-50, 2011.

TRIVINÕS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. 1 ed., São Paulo: Atlas, 2012.

UN C. A.; CUERVO-CAZURRA A. & ASAKAWA K. R&D Collaborations and Product Innovation. Journal of Product Innovation Management, v. 27, n. 5, p. 673-689, 2010.




DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v6i2.822

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Aracaju/SE. Universidade Federal de Sergipe. Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos" 

Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. [email protected]