Inovações produzidas na Região Norte: um mapeamento da propriedade intelectual através do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI)

Cleide Ane Barbosa da Cruz, Amanda Luiza Soares Silva, Thiago Silva Conceição Meneses, Marta Jeidjane Borges Ribeiro, Mario Jorge Campos dos Santos

Resumo


O incentivo a inovação, proporcionou um avanço significativo das universidades brasileiras no desenvolvimento científico e tecnológico. Por isso, esta pesquisa teve como objetivo realizar o mapeamento de algumas Universidades dos sete estados que compõem a região Norte, baseando-se no Banco de dados do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), buscando descrever a situação da propriedade intelectual na região Norte do Brasil. O mapeamento foi realizado na base de dados online no Banco de dados do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) do Brasil, utilizando Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins no campo “depositante”. O estado do Pará foi o que apresentou maior número de depósitos acadêmicos. A seção com maior aplicação foi A e a subclasse onde foram realizados mais pedidos de depósitos foi a A61K.


Texto completo:

PDF

Referências


ABUAINAIN, Antonio Márcio et al. Propriedade Intelectual e Inovação Tecnológica: algumas questões para o debate atual. 2004. Disponível em . Acesso em: 1 mai. 2015.

BRASIL. Lei nº 9.279, de 14 de maio de 1996. Regula os direitos e obrigações relativos à propriedade industrial. Diário Oficial da União, Brasília, 14 mai. 1996.

__________. Lei nº 13.243 de 11 de janeiro de 2016. Dispõe sobre estímulos ao desenvolvimento científico, à pesquisa, à capacitação científica e tecnológica e à inovação. Diário Oficial da União, Brasília, 11 jan. 2016.

COELHO, Lucas Cunha Duarte; DIAS, Alexandre Aparecido. O Núcleo de Inovação Tecnológica da UFPE: Instrumento de política de inovação ou obrigação legal? RACEF – Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace, v. 7, n. 1, Ed. Esp. Ecossistemas de Inovação e Empreendedorismo, p. 28-42, 2016.

COLLA, Sabrina; ESTEVES, Luiz A. Lei da Inovação e Patentes Universitárias no Brasil: Uma Análise Quantitativa (2005-2010). Revista Tecnologia e Sociedade, v. 9, n. 17, 2013.

CRESPI, Gustavo; D’ESTE, P.; FONTANA, R.; GEUNA, A. The impact of academic patenting on university research and its transfer. Research policy, v. 40, n. 1, p. 55-68, 2011.

DA CRUZ, Hélio Nogueira; DE SOUZA, Ricardo Fasti. Sistema Nacional de Inovação e a Lei da Inovação: Análise Comparativa entre o Bayh-Dole Act e a Lei da Inovação Tecnológica. RAI, v. 11, n. 4, p. 329, 2014.

GARNICA, Leonardo Augusto; OLIVEIRA, Rodrigo Maia de; TORKOMIAN, Ana Lúcia Vitale. Propriedade intelectual e titularidade de patentes universitárias: um estudo piloto na Universidade Federal de São Carlos - UFSCar. Anais do XXIV Simpósio de Gestão da Inovação Tecnológica, 2006.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

JANNUZZI, Anna Haydée Lanzillotti; AMORIM, Rita de Cássia Rocha; SOUZA, Cristina Gomes de. Implicações da categorização e indexação na recuperação da informação tecnológica contida em documentos de patentes. Ciência da Informação [online], v.36, n.2, p. 27-34, 2007.

LANE, Jason E.; JOHNSTONE, D. Bruce. Universities and colleges as economic drivers: Measuring higher education’s role in economic development. New York: SUNY Press, 2012.

LOBOSCO, Antonio; MORAES, Marcela Barbosa de; MACCARI, Emerson Antonio. Inovação: Uma análise do papel da Agência USP de inovação na geração de propriedade intelectual e nos depósitos de patentes da Universidade de São Paulo Rev. Adm. UFSM, Santa Maria, v. 4, n. 3, p. 406-424 set./dez. 2011.

LUCENA, Rodrigo Milano; SPROESSER, Renato Luiz. ANÁLISE DA GESTÃO DE LICENCIAMENTO DE PATENTES: ESTUDO MULTICASOS DE INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR. RAI: revista de administração e inovação, v. 12, n. 3, p. 28-55, 2015.

MAZIERI, Marcos Rogério; QUONIAM, Luc; SANTOS, André Moraes. Inovação a partir das informações de patentes: proposição de modelo Open Source de Extração de Informações de Patentes (Patent Crawler). Revista Gestão & Tecnologia, Pedro Leopoldo, v. 16, n. 1, p. 76-112, jan./abr. 2016

OLIVEIRA, Silvio Luiz de. Tratado de Metodologia Científica: projetos de pesquisas, TGI, TCC, monografias, dissertações e teses. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.

PERUCCHI, Valmira; MUELLER, Suzana Pinheiro Machado. Universidades e a produção de patentes: tópicos de interesse para o estudioso da informação tecnológica. Perspectivas em Ciência da Informação, v.19, n.2, p.15-36, abr./jun. 2014.

SABINO, L. S. Caracterização da proteção às patentes como estímulo ao desenvolvimento econômico. 2007. Dissertação (Mestrado em Direito) – Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2007.

SCHERER, Frederic M. First mover advantages and optimal patent protection. The Journal of Technology Transfer, v. 40, n. 4, p. 559-580, 2015.

SOUZA, Alexandre Mendes; LOPES-PIRES, Maria Elisa. Análise histórica do desenvolvimento de patentes no brasil e avaliação do número de patentes produzidas por indústria farmacêutica da região de Itapira-SP. Foco, v.6, n. 8, p.89-104, jan./jun. 2015

TORKOMIAN, A. L. V. Panorama dos núcleos de inovação tecnológica no Brasil. In: SANTOS, M. E. R.; TOLEDO, P. T. M.; LOTUFO, R. A. (Org.). Transferência de tecnologia. Campinas: Komedi, 2009. p. 21-37.

VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 8. Ed. São Paulo: Atlas, 2007.

WIPO – World Intellectual Property Organization. Institutional. 2015. Disponível em: . Acesso em: 25 de julho de 2016.

__________. Treaties. 2016. Disponível em: . Acesso em: 15 de março de 2016.




DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v6i4.757

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Aracaju/SE. Universidade Federal de Sergipe. Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos" 

Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. [email protected]