Internacionalização de uma empresa calçadista por lojas fidelizadas: estudo de caso

Alexandre Aloys Matte Jr., Roberto Tadeu Ramos Moraes, Miguel Afonso Sellitto

Resumo


A globalização e o aumento da concorrência global têm afetado a economia brasileira e, em especial, a indústria calçadista, tornando o mercado mais competitivo e fazendo com que muitas indústrias redesenhem suas estratégias. Uma dessas estratégias é a internacionalização do negócio. Este trabalho apresenta um estudo de caso em uma empresa da indústria calçadista, analisando como a empresa conduziu seu processo de internacionalização, contando com lojas personalizadas. A metodologia da pesquisa foi o estudo de caso, apoiado pela revisão da literatura e entrevistas não estruturadas com quatro membros do Conselho de Administração da empresa. Os resultados apontaram que o processo pode ser realizado em conjunto com clientes que já trabalham com a marca em outros países, firmando uma parceria para o estabelecimento de lojas de marca exclusivas. A principal conclusão é que a empresa deve seguir em frente com o processo de internacionalização, devido a resultados impressionantes, mesmo com poucas lojas já estabelecidas.


Texto completo:

PDF

Referências


ABICALÇADOS – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS DE CALÇADOS, Disponível em . Acesso em: 10/03/2015.

APICCAPS – ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DOS INDUSTRIAIS DE CALÇADO, COMPONENTES, ARTIGOS DE PELE E SEUS SUCEDÂNEOS, Disponível em . Acesso em: 10/03/2015.

AQUINO, L. Franquias Internacionais: estudo das estratégias de uma empresa do setor coureiro-calçadista. Trabalho de Conclusão de Curso de Bacharelado em Administração de Empresas, UFRGS, Porto Alegre, 2013.

BETHLEM, A. Estratégia Empresarial. São Paulo: Atlas 2004.

BRASIL, H; ARRUDA, C. Internacionalização de empresas brasileiras. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1996.

GAZZOLI, P.; CAIXETA, R.; FERNANDES, R.; VIDA, L.; MAGRINI, A.; TEIXEIRA, C.; MARQUES, R. Fidelização e retenção de clientes: uma análise do setor varejista de calçados patense. Revista de Administração FEAD - MINAS, v. 2, n. 2, p. 33-57, 2010.

CRESCITELLI, E.; GUIMARÃES, C.; MILANI, G. Marketing de relacionamento aplicado ao varejo: uma proposta de programa de fidelização. Revista de Administração da UNIMEP, v. 4, n. 1, p. 17-37, 2006.

DAL SOTO, F. O processo de Internacionalização de Empresas Brasileiras do Setor de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos. Anais da I Mostra de Iniciação Científica de Docentes de Administração – Universidade de Cruz Alta., Cruz Alta, 2008.

FREIRE, P.; LIMA, M.; LEITE, B. Marketing de relacionamento e sua influência na conquista e manutenção de clientes. Revista Eletrônica de Administração, v. 8, n. 15, p. 1-14, 2009.

HOLLAND, N. A internacionalização dos negócios. Rio de Janeiro: Forense, 1999.

LUZ, R. Relações Econômicas Internacionais: Teoria e Questões. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

MDIC – MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR. Por que exportar? Disponível em http://www.mdic.gov.br/sistemas_web/aprendex/default/index/conteudo/id/1> Acesso em: 10/03/2015.

MINERVINI, N. O exportador: ferramentas para atuar com sucesso no mercado internacional. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2008.

OLIVEIRA JUNIOR, M. Multinacionais brasileiras: internacionalização, inovação e estratégia global. Porto Alegre: Bookman, 2010.

PACAGNAN, M.; GUAGLIARDI, J. Decisões estratégicas e barreiras ao processo de internacionalização: um estudo preliminar no caso das empresas do norte do Paraná. Gestão & Regionalidade, v. 23, n. 67, p. 29-38, 2009.

RODRIGUES, D.; SELLITTO, M. Práticas logísticas colaborativas: o caso de uma cadeia de suprimentos da indústria automobilística. RAUSP, v. 43, n. 1, p. 97-111, 2008.

SANTOS, L. Papel do BRIC na economia mundial. Mercator, v. 9, n. 19, p. 19-35, 2010.

SILVA, R.; HERMANN, F.; SELLITTO, M.; PEREIRA, G.; BORCHARDT, M. Comportamento de cadeias de suprimentos observados em cluster: estudo de caso em uma empresa calçadista. Holos, v. 29, n. 6, 226-240, 2013.

XAVIER, A; TUROLLA, F. A Internacionalização da Empresa Brasileira: A literatura e alguns fatos estilizados. Anais do IV Ciclo de Debates em Economia Industrial, Trabalho e Tecnologia, PUCSP, São Paulo, 2006.




DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v6i2.675

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Aracaju/SE. Universidade Federal de Sergipe. Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos" 

Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. [email protected]