Prospecção tecnológica sobre o uso do farelo de trigo na alimentação humana

Flávia da Silva Santos, Stella Regina Arcanjo Medeiros

Resumo


O trigo é o segundo cereal mais produzido e consumido no mundo e seu subproduto principal e mais abundante é o farelo de trigo. Este subproduto é bastante utilizado na alimentação animal, mas deveria ser utilizado bastante também na alimentação humana devido aos seus efeitos funcionais à saúde humana. O objetivo deste trabalho foi realizar uma prospecção baseada na busca de patentes e, com isso, apresentar uma visão geral de desenvolvimento tecnológico e científico relacionados à aplicação do farelo de trigo na alimentação humana. A prospecção foi realizada no Banco Europeu de Patentes, no Banco da Organização Mundial de Propriedade Intelectual, no Banco Americano de Marcas e Patentes e no Banco de dados do Instituto Nacional de Propriedade Industrial do Brasil. Os resultados obtidos demonstraram que o desenvolvimento de tecnologias sobre o uso de farelo de trigo na alimentação humana vem crescendo na última década. Os principais detentores e depositantes das patentes são a China, o Japão e a Coreia do Sul. A principal área de depósito é na seção A (necessidades humanas), sendo a subclasse A23L a que apresentou o maior número de depósito. Foi observado um número bem reduzido de patentes relacionadas ao arabinoxilano e fibra insolúvel, sendo relevante incentivar com maior ênfase o desenvolvimento de tecnologias voltadas para esses elementos por apresentarem funções funcionais à saúde humana.

 


Texto completo:

PDF

Referências


AGROCLUBES, Clube do Trigo: Ficha Técnica. 2007. Disponível em: . Acesso em: 28 nov. 2014.

ANSON, N. M. et al. Bioprocessing of wheat bran improves in vitro bioaccessibility and colonic metabolism of phenolic compounds. J Agric Food Chem, Washington, v. 11, n. 14, p. 6148-6155, jul. 2009.

BEAUGRAND, J. et al. Arabinoxylan and hydroxycinnamate content of wheat bran in relation to endoxylanase susceptibility. J Cereal Scien, London, v. 40, n. 3, p. 223-230, nov. 2004.

BROEKAERT, W. F. et al. Prebiotic and other health-related effects of cereal-derived arabinoxylans, arabinoxylan-oligosaccharides, and xylooligosaccharides. Rev Food Scien Nutr, Boca Raton, v. 51, n. 2, p. 178–194, fev. 2011.

COLLARES, A. G. Elaboração de massas congeladas para a produção de pão francês. 2008. 93 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Alimentos) – Instituto de Ciência e Tecnologia de Alimentos, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2008.

CONAB. Companhia Nacional de Abastecimento. Disponível em: Acesso em: 29 ago. 2014.

DREHER, M. Food Sources and Uses of Dietary Fiber. Complex Carbohydrates in Foods. Marcel Dekker, 1999.

EVERS, T.; MILLAR, S. Cereal grain structure and development: some implications for quality. J of Cereal Scien, London, v. 36, n. 3, p. 261-284, nov. 2002.

FAO. FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION OF THE UNITED NATIONS. O que você precisa saber sobre a fome em 2012. Disponível em: . Acesso em: 3 out. 2014.

FARDET, A. New hypotheses for the health-protective mechanisms of whole-grain cereals: what is beyond fibre? Rev Nutr Res, Cambridge, v. 11, n. 1, p. 65-134, jun. 2010.

GUARATINI, T. et al. Fotoprotetores derivados de produtos naturais: perspectivas de mercado e interações entre o setor produtivo e centros de pesquisa. Química Nova, São Paulo, v. 32, n. 3, p. 717-721, mar. 2009.

HEMERY, Y.M. et al. Dry-fractionation of wheat bran increases the bioaccessibility of phenolic acids in breads made from processed bran fractions. Food Res Int, Essex, v. 1, n. 5, p. 1429-1438, jun. 2010.

KUPFER, D.; TIGRE, P. B. Modelo SENAI de Prospecção: Documento Metodológico. Capítulo 2: Prospecção Tecnológica. In: Organizacion Internacional Del Trabajo CINTERFOR. Papeles de La Oficina Técnica, Montevideo, n.14, 2004.

MAES, C. et al. Relative activity of two endoxylanases towards water-unextractable arabinoxylans in wheat bran. J of Cereal Scien, London, v. 39, n. 2, p.181-186, mar. 2004.

MARTINEZ, A. P. C. et al. Alterações químicas em grãos de soja com a germinação. Rev Ciênc Tecnol Aliment, Campinas, v. 31, n.1, p. 23-30, jan./mar. 2011.

MATEO, A. N. et al. Ferulic acid from aleurone determines the antioxidant potency of wheat grain (Triticum aestivum L.). J Agric Food Chem, Washington, v. 11, n. 14, p. 5589-5594, jul. 2008.

NUTRIÇÃO é do bicho homem... e o bicho come. Globo Rural, São Paulo, n. 67, p. 51-55, mai. 1991.

OLIVEIRA, A. C. et al. Adições crescentes de ácido fítico à dieta não interferiram na digestibilidade da caseína e no ganho de peso em ratos. Rev Nutr, Campinas, v. 16, n. 2, p. 211-217, abr./jun. 2003.

ROSA, N. N. et al. Ultra-fine grinding increases the antioxidant capacity of wheat bran. J of Cereal Scien, London, v. 11, n. 1, p.84-90, jan. 2013.

ROSTAGNO, H. S. et al. Tabelas brasileiras para suínos e aves: composição de alimentos e exigências nutricionais. 2. ed. Viçosa-MG: Universidade Federal de Viçosa, 2005. p. 186.

SCHOONEVELD-BERGMANS, M. E. F. et al. Structural features of (glucurono) arabinoxylans extracted from wheat bran by barium hydroxide. J of Cereal Scien, London, v. 29, n. 1, p.63-75, jan. 1999.

SERAFINI, M. R. et al. Mapeamento de tecnologias patenteáveis com o uso da hecogenina. Rev Geintec, São Cristovão, v. 2, n. 5, p. 427-435, out./nov./dez. 2012.

SILVA, A. S. et al. Prospecção tecnológica de produtos dietéticos a base de frutas entre 1976 a 2013. Rev Geintec, São Crstovão, v. 3, n. 5, p. 505-519, 2013.

SILVA, M. A.; SANCHES, C.; AMANTE, E. R. Farelo de arroz composição e propriedades. Óleos & Grãos, v. 10, n. 61, p. 34-42, jul./ago. 2001.

SILVA, R.; FRANCO, C. M. L.; GOMES, E. Pectinases, hemicelulases e celulases, ação, produção e aplicação no processamento de alimentos: Revisão. Boletim da Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos – SBCTA, Campinas, v. 31, n. 2, p. 249-260, 1997.

SIQUEIRA, E. M. et al. Phytate from an alternative dietary supplement has no effect on the calcium, iron and zinc status in undernourished rats. Arch Latinoam Nutr, Caracas, v. 51, n. 3, p. 250-257, set. 2001.

VAN, C. V. et al. Structurally different wheat-derived arabinoxylooligosaccharides have different prebiotic and fermentation properties in rats. J Nutr, Philadelphia, v. 138, n. 12, p. 2348-2355, jun. 2008.




DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v6i1.658

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Aracaju/SE. Universidade Federal de Sergipe. Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos" 

Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. [email protected]