Percepção do corpo técnico-científico de uma empresa pública de pesquisa em Sergipe sobre propriedade intelectual

Ana Paula dos Santos, Sayonara Soares, Carlos Tatum, Suzana Leitão Russo

Resumo


A Embrapa, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuára, considerando o dinamismo do mercado e as transformações realizadas na legislação sobre Propriedade Intelectual, e a sua missão de gerar soluções tecnológicas em benefício da sociedade, deliberou a Política Institucional de Gestão de Propriedade Intelectual na Embrapa, em 2 de julho de 1996, e, paralelamente, criou os Comitês Locais de Propriedade Intelectual (CLPI) das Unidades, para assessorar as Unidades nas questões que envolvem PI, mediante cumprimentos de normas e políticas da Empresa. O presente trabalho tem como objetivo verificar a percepção sobre Propriedade Intelectual (PI) dos pesquisadores de uma Unidade de Pesquisa da Embrapa. A metodologia consistiu em aplicar um questionário sobre o referido tema, composto de 10 perguntas fechadas, no período de três dias, considerando o universo do corpo técnico-científico da Unidade, responsável pela geração de conhecimento e da produção técnico-científica da Unidade. Os dados foram tabulados no programa Statistical Package for the Social Sciences – SPSS.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v4i4.557

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Aracaju/SE. Universidade Federal de Sergipe. Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos" 

Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. [email protected]