Indicações geográficas (IGs): instrumento de desenvolvimento sustentável

Gilvanda Silva Nunes, Maria Da Glória Almeida Bandeira, Jaqueline Silva Nascimento

Resumo


As Indicações Geográficas (IGs) constituem uma forma de proteção intelectual voltada para a valorização dos conhecimentos tradicionais, sobretudo no meio rural. Tal proteção tem levado a diversas melhorias nos processos de obtenção de produtos e na prestação de serviços que guardam em si as características da região. Como a inserção social e a preservação ambiental estão fortemente associadas às IGs, estas podem ser consideradas fortes precursoras do desenvolvimento sustentável de uma região ou Comunidade. O presente trabalho objetivou demonstrar que as IGs podem ser responsáveis e facilitadoras do desenvolvimento econômico, financeiro e social de determinadas regiões. Assim, foram abordados aspectos conceituais e de legislação sobre IGs, os inúmeros benefícios econômicos, sociais e ambientais que trazem uma IG, a necessidade da organização no campo, e finalmente as demandas por políticas públicas que incentivem a criação de novas IGs brasileiras e desenvolvam as já existentes.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v2i4.51

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Aracaju/SE. Universidade Federal de Sergipe. Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos" 

Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. [email protected]