Monitoramento tecnológico das técnicas de tratamento de água produzida

Mikele Cândida Sousa Sant'Anna, Rodolfo Romulo Araujo Chagas, Danielle Barbosa de Matos, Danilo Francisco Corrêa Lopes, Gabriel Francisco da Silva

Resumo


Na indústria do petróleo, a geração de efluentes é inevitável, destacando a quantidade de águas residuais gerada em todas as etapas do processo de produção: extração, transporte e refino. Na extração, uma quantidade considerável de água é injetada nos poços visando aumentar a pressão, além de que em alguns casos já existe uma grande quantidade de água misturada ao próprio óleo. A proporção água/óleo aumenta com a idade do poço atingindo em alguns casos a proporção de mais 90% de água. O descarte desse efluente é prejudicial ao meio ambiente, sendo assim indispensável um tratamento prévio. Para a realização da busca de patentes utilizou-se a base da World Intellectual Property Organization (WIPO) e do Banco de dados do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e o Escritório Europeu de Patentes (Espacenet). Avaliando o cenário mundial e brasileiro, no que concerne aos documentos de pedidos de patentes, podemos caracterizar a prospecção relativa às técnicas de tratamento de água produzida por estar em constante desenvolvimento.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v2i3.44

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Aracaju/SE. Universidade Federal de Sergipe. Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos" 

Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. [email protected]