Implicações da redução de setup na produtividade da indústria farmacêutica

Franciele da Cas, Macáliston Gonçalves da Silva, Daniel Fonseca da Luz, Diego Augusto de Jesus Pacheco

Resumo


A necessidade de diferenciação de produtos faz com que os sistemas de manufatura tenham que melhorar continuamente o desempenho no critério flexibilidade. O principal objetivo dessa pesquisa foi reduzir o tempo de setup na linha de envase de uma indústria farmacêutica de grande porte brasileira. Para conduzir a pesquisa, inicialmente foram identificadas as boas práticas e metodologia para redução de setup presentes na literatura. Em seguida foram analisados os relatórios da empresa para definir o recurso crítico para fazer a melhoria. A partir da análise de indicadores de eficiência fez-se a análise do desempenho da linha de envase antes e depois da implantação. Os principais resultados da pesquisa  foram a eliminação de atividades que não agregavam valor ao processo e melhoria na utilização dos ativos, proporcionando à linha uma resposta mais rápida às frequentes mudança de planejamento dos pedidos de clientes. Além disso, a redução de movimentação de pessoas nos corredores, contribuiu para a redução da contaminação entre as áreas, sendo um fator importante do manual de Boas Práticas de Fabricação da indústria farmacêutica.


Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, J.; ALVAREZ, R.; KLIPPEL, M.; BORTOLOTTO, P.; PELLEGRIN, I. Sistemas de produção: sistemas e práticas para projeto e gestão da produção enxuta. Porto Alegre: Bookman, 2008.

BERNA, U. An Aplication of SMED Methodology. World Academy of Science, Engeneering and Technology, vol.55, 2011.

COOPER, D.R.; SCHINDLER, P.S. Métodos de Pesquisa em Administração. Porto Alegre: Bookman, 2001.

FOGLIATO, F.S.; FAGUNDES, P.R.M. Troca Rápida de Ferramentas: Proposta Metodológica e Estudo de Caso. Gestão & Produção, vol.10, n.2, p.163–181, ago. 2003.

FORD, H. Hoje e amanhã. 1. ed. São Paulo: Nacional, 1927.

GIL, A. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2008.

GILMORE, M.; SMITH, D.J. Set-up reduction in pharmaceutical manufacturing: an action research study. International Journal of Operations & Production Management, vol.16, n.3, p.4–17, 1996.

LIKER, J.K. O Modelo Toyota: 14 Princípios de Gestão do Maior Fabricante do Mundo. Porto Alegre: Bookman, 2005.

MAXIMIANO, A.C.A. Introdução à administração. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2004.

MOURA, R.A.; BANZATO, E. Redução do Tempo de Setup: Troca Rápida de Ferramenta e Ajustes de Máquinas. São Paulo: IMAM, 1996.

MOXHAM, C.; GREATBANKS, R. Prerequisites for the implementation of the SMED methodology: A study in a textile processing environment. International Journal of Quality & Reliability Management, vol.18, n.4, p.404–414, 2001.

OHNO, T. O Sistema Toyota de Produção: além da produção em larga escala. Porto Alegre: Bookman, 1997.

PATEL, S.; SHAW, P.; DALE, B.G. Set-up time reduction and mistake proofing methods - A study of application in a small company. Business Process Management Journal, vol.7, n.1, p.65–75, 2001.

SHINGO, S. O Sistema Toyota de Produção: do ponto de vista da engenharia de produção. Porto Alegre: Bookman, 1996.

SHINGO, S. Sistema de Troca Rápida de Ferramenta: uma revolução nos sistemas produtivos. Porto Alegre: Bookman, 2000.

SINGH, B.J.; KHANDUJA, D. SMED: for quick changeovers in foundry SMEs. International Journal of Productivity and Performance Management, vol.59, n.1, p.98–116, 2010.

SUGAI, M.; McINTOSH, R.; NOVASKI, O. Análise Crítica de Shigeo Shingo (SMED): Análise Crítica e estudo de caso. Gestão & Produção, vol.14, n.2, p.323-335, maio-agosto, 2007.

YIN, R.K. Estudo de caso: Planejamento e Métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.




DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v5i1.431

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Aracaju/SE. Universidade Federal de Sergipe. Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos" 

Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. [email protected]