Síntese e caracterização de biodiesel com material lipídico extraído das vísceras da Sardinella Brasiliensis

Anderson Fernandes Gomes, Anne Gabriella Dias Santos, Luiz Di Souza, Carlos Henrique Catunda Pinto, Luiz Gonzaga de Oliveira Matias, Adilson Beatriz

Resumo


Este trabalho relata a extração atraves dois métodos (a frio e a quente), com solventes orgânicos o material lipídico obtido das vísceras da Sardinella Brasiliensis. Os lipidios foram submetidos a uma hidroesterificação utilizando iodo sublimado como catalisador. O óleo e o biodiesel foram caracterizados por RMN H1, espectroscopia FTIR, tensão superficial, densidade e água e sedimentos. Os resultados de água e sedimentos e densidade foram comparados com os previstos na legislação. Os resultados evidenciaram que o método à frio forneceu melhor rendimento na extração do óleo, que ocorreu a hidroesterificação do material indicado na técnica de  RMN H1 pelos dois prótons com sinal de quarteto na região de 4,2 ppm referentes aos hidrogênios metilênicos (CH2 ɑ-O), característicos de mono ésteres etílicos (biodiesel) e na técnica de FTIR pelo aparecimento de deformações axiais características de ésteres em 1.742 cm-1.  Assim concluiu-se que as vísceras da sardinha são uma matéria-prima promissora e barata para produção de biodiesel, no entanto há necessidade de melhor caracterização da sua qualidade físico-química e estabilidade.


Texto completo:

PDF

Referências


AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS [BIOCOMBUSTÍVEL]. Rio de Janeiro [2009] disponível em: http://www.anp.gov.br/biocombustiveis/biodiesel,asp. Acessado em 21 de agosto de 2011.

ALBUQUERQUE, G. A. Obtenção e Caracterização Físico-Química do Biodiesel de Canola (Brassica napus). (Dissertação de Mestrado em Química) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB, 2006

ATADASHI, I.M.; AROUA, M.K.; AZIZ, A.A.; Biodiesel separation and purification: A review, Renewable Energy 36 (2011) 437-443.

BIOPEIXE. Projeto de produção de biodiesel a partir do beneficiamento da gordura de vísceras de peixe em mini-usinas. ASTEF-NUTEC, 2008.

BLIGH, E. G. e DYER, W.J. A rapid method of total lipid extraction and purification. Canadian Journal of Biochemistry and Physiology, v.37. 1959.

CETINKAYA M; KARAOSMANOGLU F. Optimisation of base-catalysedtransesterification reaction of used cooking oil. Energy Fuels 2004;18: 1888–95.

CHRISTIE, W. W. Lipid analysis. 2 ed. Oxford: Pergamon Press, 1982. 207p.

DIAS. F. P. Aproveitamento de Vísceras de Tilápia para Produção de Biodiesel. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil-Saneamento Ambiental) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, 2009.

EMBRAPA. Empresa brasileira de Pesquisas Agropecuarias, julho, 2005

ENCINAR, J. M, GONZALEZ J. F.; RODRIGUEZ-REINARES. A. Biodiesel from used frying oil. Variables affecting the yields and characteristics of the biodiesel. Ind Eng. Chem Res 2005; 44:5491–9.

FERRARI, R. A.; OLIVEIRA, V. S.; SCABIO, A. Biodiesel de soja – taxa de conversão em ésteres etílicos, caracterização físico-química e consumo em gerador de energia. Química Nova, v.28, 2005.

GUNSTONE, F. D.; HARWOOD, J. L.; PADLEY, F. B. Marine oils: fish and whale oils. In: Gunstone, F.D. The lipid handbook. Lon-don: Chapman & Hall, 1994.

IBAMA- instituto brasileiro do meio ambiente e dos recursos naturais renováveis, 2009.

KALAM, M. A.; MASJUKI, H. H. Biodiesel from palm oil – an analysis of its properties and potential. Biomass and Bioenergy, v.23,p.471-479, 2002.

KNOTHE, G. Oxidative stability of biodiesel. In: KNOTHE, G.; GERPEN, H. V.; KRAHL, J. (Ed.) The biodiesel handbook. Illinois: AOCS PRESS, 2005. cap. 6.4.

LAGO, R. C. A; ANTONIASSI, R. Composição em ácidos graxos do óleo de cobertura de sardinha em conserva armazenados em temperatura ambiente. Curitiba/PR, Brasil, 2000.

LAURANCE, W. L.; ALBERNAZ. A. K. M.; FEARNSIDE, P. M.; VASCONCELOS, H; LEUNG, D.Y.C.; WU, X.; LEUNG, M.K.H.; A review on biodiesel production using catalyzed transesterification; Applied Energy 87 (2010) 1083–1095.

LIMA, T. A. S; FAVERO, L. A; GOULART, D. F. Caracterização e Estrutura da Cadeia Produtiva da Sardinha no Distrito de Diogo Lopes, Macau/RN. X Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão – JEPEX 2010. UFRPE, Recife/PE, 2010.

LÔBO, I. P.; FERREIRA, S. L. C.; CRUZ, R. S. Biodiesel: Parâmetros de qualidade e métodos analíticos. Quim. Nova 2009, vol.32, p. 1596.

MEHER, L.C.; SAGAR, D. V.; Nalk S.N.; Technical aspects of biodiesel production by transesterification - a review., Renewable and Sustainable Energy Reviews 2006.

NETO, P. R. C.; ROSSI, L. F. S.; ZAGONEL, G. F.; RAMOS, L. P. Produção de biocombustível alternativo ao óleo diesel através da transesterificação de óleo de soja usado em frituras. Química Nova. Curitiba-PR, Brasil, 1999.

OLIVEIRA, D.; OLIVEIRA, J. V.; FACCIO, C.; MENONCIN, S.; AMROGINSKI, C. Influência das variáveis de processo na alcoólise enzimática de óleo de mamona. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v.24, n.2, p.178-182, 2004.

PAVIA, D. L., LAMPMAN, G. M., KRIZ, G. S. Introduction to spectroscopy. A Guide for Students of Organic Chemistry. Thomson Learning, México, 2001.

RAMALINGA, K; VIJAYALAKSHMI, P. A Mild and Efficient Method for Esterification and Transesterification Catalyzed by Iodine.Tetrahedron Letters. Vol. 43. 2002.

REDA, S. Y; COSTA, B; SOSSELA, R. Determinação da Glicerina Livre em Amostras de Biodiesel Etílico por RMN de Hidrogênio, UFPR, Curitiba/PR, 2008.

SANTOS, A.G.D. Avaliação da estabilidade Térmica e Oxidativa dos Biodieseis de Algodão, Girassol, Dênde e Sebo Bovino. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN, 2010.

SCHUCHARDT, U.; SERCHELI, R.; VARGAS, R. M.; J., Transesterification of Vegetable Oils: a Review, Braz. Chem. Soc. 1998, 9, 199.

SHARMA,Y.C.; SINGH, B.; UPADHYAY, S.N.; Advancements in development and characterization, of biodiesel: A review, Fuel 87 (2008) 2355–2373.

SILVERSTEIN RM, BASSLER GC, MORRILL T. Spectrometric identificationof organic compounds. New York: Wiley; 1991.

SOUZA, L. D. ; ARAÚJO, A. M. M.; GOMES, A. F.; EVANGELISTA, J. P. C.; MATIAS, L. G. O.; BEATRIZ, A. -production and characterization of physical-chemical biodieseis by heterogeneous catalysis utilizing iodine sublimed. Química no Brasil, 2011).

VYAS, A.P.; VERMA, J.L.; SUBRAHMANYAM, N.; A review on FAME production processes, Fuel 89 (2010) 1–9.

YAN, S.; DIMAGGIO, C.,; MOHAN, S.; KIM, M. ; SALLEY, S.O.; SIMON, K.Y.; Advancements in Heterogeneous Catalysis for Biodiesel Synthesis, Top. Catal (2010) 53:721–736.




DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v5i2.420

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Aracaju/SE. Universidade Federal de Sergipe. Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos" 

Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. [email protected]