Mapeamento tecnológico da goma xantana sob o enfoque em pedidos de patentes depositados no mundo entre 1970 a 2009

Authors

  • Bruna Aparecida Souza Machado Universidade Federal da Bahia
  • João Henrique de Oliveira Reis Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
  • Tamiris Vilas Boas Figueiredo Universidade Federal da Bahia
  • Janice Izabel Druzian Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.7198/geintec.v2i2.34

Abstract

A goma xantana é um biopolímero comercial produzido por fermentação de glicose pelas bactérias do gênero Xanthomonas, com larga aplicação industrial, principalmente para a indústria de alimentos, farmacêutica e petroquímica. Devido à importância econômica deste polissacarídeo, o objetivo deste trabalho foi analisar as potencialidades, características e evolução das competências tecnológicas, traduzidas através de dados estatísticos de patentes, no que diz respeito à produção e utilização da goma xantana bem como suas aplicações industriais, no período de 1970 a 2009. O termo documento de patente abrange pedidos de patente publicados ou patentes concedidas. A pesquisa foi realizada a partir de palavras-chave do tema abordado e com os códigos da classificação internacional de patentes na base de dados do Escritório europeu, o Espacenet. O primeiro documento de patente identificado foi de 1973, tendo como o país de origem os Estados Unidos, que até 2009 apresentou o maior número de patentes depositadas relacionadas à produção e aplicação da goma xantana. O Brasil ainda possui poucas patentes na área, sendo necessários mais incentivos que visem aumentar o cenário inovativo do país.

Author Biographies

Bruna Aparecida Souza Machado, Universidade Federal da Bahia

Possui graduação em Farmácia - Análises Clínicas (2009) pela Universidade Federal da Bahia e Mestrado em Ciências de Alimentos (2011), pela mesma Instituição. Atualmente é aluna de doutorado em Biotecnologia do RENORBIO pela Universidade Federal de Sergipe.. Participa do Grupo de Pesquisa de Alimentos e Bebidas do SENAI e Análises de Alimentos, Produção e Caracterização de Biofilmes e Biopolímeros da UFBA.Possui 3 pedidos de Patentes de Invenção (PI) solicitadas ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) Tem experiência na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos e Propriedade Intelectual. Durante todo o período de graduação foi bolsista e participou de projetos de Pesquisa e de Extensão e da publicação de artigos científicos, orientados por Drª Janice Izabel Druzian no Laboratório de Pescados e Cromatografia Aplicada - LAPESCA, da Faculdade de Farmácia - UFBA.Tem domínio da utilização das técnicas de Cromatografia, principalmente a gasosa (CG-DIC) e a líquida (HPLC). Ganhou o 1º Lugar no Concurso Idéias Inovadoras, na categoria Pesquisadores, promovido pela Fapesb em 2010

João Henrique de Oliveira Reis, Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz

Possui graduação em Farmácia e especialização em Análises Clínicas pela Universidade Federal da Bahia. Está em andamento em seu Mestrado em Patologia Experimental pelo Centro de Pesquisas Gonçalo Muniz - FIOCRUZ/BA. Participa do grupo de pesquisa do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Sangue coordenado pela Professora Dra. Marilda Gonçalves. Participou de projetos de pesquisa no Laboratório de Pescados e Cromatografia Aplicada (LAPESCA), da Faculdade de Farmácia (UFBA) coordenado por Dra. Janice Izabel Druzian durante a graduação, desenvolvendo análises em matrizes alimentares através de técnicas cromatográficas, como o CG-DIC e HPLC. Possui curso de Auditor Interno para Boas Práticas de Fabricação e de Armazenagem e Distribuição

Tamiris Vilas Boas Figueiredo, Universidade Federal da Bahia

Graduanda em Farmácia pela Universidade Federal da Bahia. Iniciação científica no Laboratório de Pescados e Cromatografia Aplicada, localizado na Faculdade de Farmácia da UFBA, onde desenvolve projetos voltados para as áreas de Ciência e Tecnologia de Alimentos e Biotecnologia, envolvendo principalmente produção e caracterização de polímeros biodegradáveis.

Janice Izabel Druzian, Universidade Federal da Bahia

Possui graduação em Química Industrial pela Universidade Federal de Santa Maria (1984), mestrado em Química pela Universidade Federal de Santa Catarina (1988) e doutorado em Ciência de Alimentos pela Universidade Estadual de Campinas (2000). Atualmente é professor Associado I da Universidade Federal da Bahia e professor permanente dos cursos de Mestrado em Ciência de Alimentos e de Mestrado e Doutorado de Engenharia Química da UFBA. Titulou muitos Mestres, supervisionou 4 Pós-doutorados, orientou mais de 30 projetos de Iniciação Cientifica, e orienta vários Doutorandos e Mestrandos. Tem experiência na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos e Biotecnologia, com ênfase em Ciência de Alimentos e Produção e Caracterização de Bioprodutos, atuando principalmente nos seguintes temas: Analise cromatográfica de alimentos e bebidas, produção e caracterização de biopolimeros microbianos e, produção e caracterização de filmes de embalagens bioativas. Coordenou e/ou coordena aproximadamente 20 projetos de pesquisas aprovados por órgãos de Fomento Tecnológico: BNB, CNPq, FAPESB, e CAPES. Instituições parceiras em projetos: UFMG, UFSCAR, USP, UNIT, UEFS, e IPT. É Coordenadora de Projetos dos Programas NANOBIOTEC e PROCAD CAPES para a produção de biopolímeros microbianos e desenvolvimento de biomaterias/nanobiomateriais na forma de filmes flexíveis. Consultora Científica de vários periódicos. Publicou aproximadamente 30 artigos científicos em periódicos nacional e internacional e 3 capítulos de livros nacional e internacional. É inventora de 8 patentes (PI 0803131-2 A2; PI 0711108-8 A2, RPI 2008; PI0705950-7 A2, RPI 1992; PI0701765-0 A2; Protocolos INPI 011100001119/2010; e INPI011100001122/2010; INPI 0000221010784255/2011), tem mais de 7 produtos tecnológicos e tem projetos conjuntos com empresas na área de embalagens e de biopolimeros, alem de ter ganho 15 prêmios, entre eles o Prêmio Inovação da FAPESB em 2010.

Published

2012-06-22

Issue

Section

Artigos (Ativos de 2011 até 2014)