Simulação no Hysys de uma planta de bioetanol

Authors

  • Felix Boa Vista Felix UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO / DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÌMICA
  • Valnísia Bezerra Nogueira UFPE/ DEQ-LACO
  • Sérgio Lucena UFPE/ DEQ-LACO
  • Marteson Cristiano Camelo UFPE/DEQ- LACO

DOI:

https://doi.org/10.7198/geintec.v4i2.257

Abstract

crescimento econômico brasileiro demanda cada vez mais energia e com isso a maior necessidade de combustíveis, porém o uso de combustíveis fosseis eleva os níveis de poluição devido aos gases gerados em sua queima. Impulsionando desta forma o uso de fontes de energia alternativas como os biocombustíveis, em que o etanol assume lugar de destaque por seu uso como combustível para automóveis. A produção do Bioetanol a partir da cana de açúcar vem aumentando, e para que seja possível suprir a crescente demanda de modo sustentável é necessário o desenvolvimento de tecnologias inovadoras para o incremento na produção de etanol, tal como a produção de etanol via hidrólise de bagaço. Sendo assim este trabalho tem como objetivo a simulação e otimização energética de um processo de produção de bioetanol via hidrolise do bagaço acoplado a um processo convencional. Inicialmente foi simulado o processo de hidrolise, este é semelhante ao processo DHR (Dedini Hidrólise Rápida), ao qual foram adicionadas as etapas de deslignificação e pré-hidrólise. Como resultado desta etapa foi obtido o licor de hexoses que contem uma fração mássica de aproximadamente 9% em massa de glicose. Esta fração foi então integrada ao caldo de cana obtido do processo convencional, na etapa de fermentação. Com isso a quantidade de etanol produzida pela unidade tornou-se maior, porém houve maior consumo de energia mostrando a necessidade da otimização energética da planta, a qual foi feita através de um estudo baseado na metodologia Pinch. Este estudo avaliou os valores das correntes quentes e frias dos trocadores de calor da planta tornando possível a implementação de uma rede de trocadores de calor mais eficiente diminuindo assim o consumo energético.

Author Biography

Felix Boa Vista Felix, UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO / DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÌMICA

Este trabalho é referente à integração da primeira e segunda geração do bioetanol a fim de se possibilitar uma maneira viavel economicamente para produção de etanol a partir da cana-de-açúcar.

References

CAMELO, M. C. S; Simulação de melhorias no processo de produção do etanol de segunda geração. Monografia (Graduação) | Departamento de Engenharia Química, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.

CGEE. Avaliação da Expansão da Produção de Etanol no Brasil cgee 2004, Brasília, 2004.

DIAS, M.O.S.; Simulação do processo de produção de etanol a partir do açúcar e do bagaço visando a integração do processo e a maximização da produção de energia e excedentes do bagaço. Dissertação (Mestrado) | Faculdade de Engenharia Química, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2008.

LIRA, R. L. T. C. Simulação e Otimização do processo convencional de produção de etanol hidratado e anidro. Monografia (Graduação) |Departamento de Engenharia Química, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.

MEIRELLES, A. J. A. Expansão da produção de bioetanol e melhoria tecnológica da destilação alcoólica. In: FAPESP. Workshop do Projeto Diretrizes de Políticas Publicas para a Agroindústria Canavieira do Estado de São Paulo: Produção de etanol. Lorena, 2006.

Published

2014-06-12

Issue

Section

Artigos (Ativos de 2011 até 2014)