Prospecção tecnológica de óleo essencial de Aroeira-da-praia (Schinus terebinthifolius raddi.)

Valéria Melo Mendonça, Renata Silva-Mann, Allívia Rouse Carregosa Rabbani

Resumo


A aroeira-da-praia (Schinusterebinthifolius Raddi.) é uma espécie brasileira com grande importânciano cenário mundial por diversas características de interesse, dentre elas, oóleo essencial por seu valor fitoterápico. Com o intuito de verificarinformações sobre o uso do óleo essencial desta planta foi realizada umaprospecção em bancos de dados de pesquisa científica, tecnológica e de patentes.Existem muitos trabalhos acadêmicos sobre a aroeira-da-praia, mas poucos sobreóleo essência e número de depósito de patentes. Sendo assim, nota-se umadiscrepância entre o conhecimento acadêmico e o desenvolvimento tecnológico. Onúmero reduzido de patentes corrobora com o pouco registro de medicamentos efitoterápicos em órgãos de controle e certificação, como os Ministérios daSaúde e da Agricultura, e Vigilância Sanitária.

Texto completo:

PDF

Referências


BALBINO, E.E.; DIAS, M.F. Farmacovigilância: um passo em direção ao uso racional de plantas medicinais e fitoterápicos. Revista Brasileira de Farmacognosia, v. 20, n. 6, p. 992-1000, 2010. http://www.scielo.br/pdf/rbfar/v20n6/aop3310.pdf

BRASIL. Ministério da Saúde. Instruções operacionais: informações necessárias para a condução de ensaios clínicos com Fitote¬rápicos / Ministério da Saúde, Organização Mundial da Saúde. – Brasília: Ministério da Saúde, 2008. 20 p. – (Série A. Normas e Manuais Técnicos) http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/fitoterapicos.pdf

BRASILl. Farmacopeia Brasileira, volume 2 / Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Brasília: Anvisa, 2010. 904p., 2v/il. 1. Substâncias farmacêuticas químicas, vegetais e biológicas. 2. edicamentos e correlatos. 3. Especificações e métodos de análise. http://www.anvisa.gov.br/hotsite/cd_farmacopeia/pdf/volume1.pdf

BRASIL. Ministério da saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. A Fitoterapia no SUS e o Programa de Pesquisas de Plantas Medicinais da Central de Medicamentos. Brasília, 2006. 147 p. http://dab.saude.gov.br/docs/geral/fitoterapia_no_sus.pdf

BRAGA, F.G. et al. Antileishmanial and antifungal activity of plants used in traditional medicine in Brazil. Journal of Ethnopharmacology, v.111, p.396-402, 2007. http://www.scielo.br/pdf/rbpm/v13n2/v13n2a09.pdf

CERUKS, M., ROMOFF, P., FÁVERO, O. A., LAGO, J. H. G. Constituintes fenólicos polares de Schinus terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae). Quimica Nova, v. 30, n. 3, p. 597-599, 2007. São Paulo – SP, Brasil. http://www.scielo.br/pdf/qn/v30n3/17.pdf

COLE, E.R. Estudo fitoquímico do óleo essencial dos frutos da aroeira (Schinus terebinthifolius Raddi) e sua eficácia no combate ao dengue. 2008. 66p. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória. http://www.parasitesandvectors.com/content/pdf/1756-3305-3-79.pdf

JOHANN, S. et al. Antifungal properties of plants used in Brazilian traditional medicine against clinically relevant fungal pathogens. Brazilian Journal of Microbiology, v.38, p.632-7, 2007. http://www.scielo.br/pdf/bjm/v38n4/a10v38n4.pdf

JOHANN, S.; SÁ, N. P.; LIMA, L. A. R. S.; CISALPINO, P. S.; COTA, B. B.; ALVES, T. M. A.; SIQUEIRA, E. P.; ZANI, C. L. Antifungal activity of schinol and a new biphenyl compound isolated from Schinus terebinthifolius against the pathogenic fungus Paracoccidioides brasiliensis. Annals of Clinical Microbiology and Antimicrobials, 9, 30. 2010

http://www.ann-clinmicrob.com/content/pdf/1476-0711-9-30.pdf

PAIVA, A.M.S.; ALOUFA, M.A.I. Estabelecimento in vitro de aroeira da praia (Schinus terebinthifolius Raddi) em diferentes concentrações de 6-benzilaminopurina (BAP). Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.11, n.3, p.300-4, 2009. http://www.unifra.br/eventos/sepe2012/Trabalhos/6485.pdf

LENZI, M.; ORTH, A.I. Caracterização funcional do sistema reprodutivo da aroeira vermelha (Schinus terebinthifolius Raddi) em Florianópolis-SC, Brasil. Revista Brasileira de Fruticultura, v.26, n.2, p.198-201, 2004. http://www.scielo.br/pdf/rbf/v26n2/21805.pdf

LISBOA-NETO, J. et al. LISBOA-NETO, J. et al. Avaliação do efeito cicatrizante da Aroeira (Schinus terebinthifolius) e do mastruço (Chenopodium ambrosioides) em feridas de extração dental em ratos: estudo histológico. Revista da Associação Brasileira de Odontologia, v.6, p.173-5, 1998.

LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. Nova Odessa: Plantarum, 1998. 352 p.

OLIVEIRA JUNIOR, L.F.G.; SANTOS, R.B.; REIS, F.O.; MATSUMOTO, S.T.; BISPO, W.M.S.; MACHADO, L.P.; OLIVEIRA, L.F.M. Efeito fungitóxico do óleo essencial de aroeira da praia (Schinus terebinthifolius RADDI) sobre Colletotrichum gloeosporioides. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Botucatu, v.15, n.1, p.150-157, 2013. http://www.scielo.br/pdf/rbpm/v15n1/a21v15n1.pdf

SOUTO-MAIOR, F.N.; DE CARVALHO F.L.; DE MORAIS, L.C.S.L.; NETTO S.M.; DE SOUSA D.P.; ALMEIDA R.N. Anxiolytic-like effects of inhaled linalool oxide in experimental mouse anxiety models. Pharmacology Biochemistry and Behavior. v. 100, n. 2, p. 259-63, 2011.

http://ac.els-cdn.com/S0091305711002954/1-s2.0-S0091305711002954-main.pdf?_tid=eaa6e366-3082-11e3-96a0-00000aab0f02&acdnat=1381282639_1f608d3a39894255b27a9c642af0c7b5

VEIGA-JUNIOR, V. F. Estudo do consumo de plantas medicinais na Região Centro-Norte do Estado do Rio de Janeiro: aceitação pelos profissionais de saúde e modo de uso pela população. João Pessoa: Revista Brasileira de Farmacognosia, v. 18, n. 2, p. 308-313, 2008. http://www.scielo.br/pdf/rbfar/v18n2/27.pdf




DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v4i1.253

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Aracaju/SE. Universidade Federal de Sergipe. Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos" 

Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. [email protected]