Innovations in the civil construction sector provided by information technologies

José Edilson dos Santos Júnior, Cristiane Xavier Galhardo, Vivianni Marques Leite dos Santos

Resumo


Os avanços em tecnologias de informação, com desenvolvimento de computadores com grande capacidade de processamento e acesso à internet que permitem rápido fluxo de dados têm melhorado a comunicação entre máquinas e também entre máquinas e humanos em velocidades compatíveis com a celeridade de ações nas diversas áreas de gestão do conhecimento. Os processos envolvendo comunicação máquina-máquina e máquina-humano tornaram-se conhecidos como Internet das coisas ou IoT – Internet of Things. Dada a importância da engenharia civil para o cotidiano nas cidades, cuja gestão tem efeitos diretos na segurança das edificações e demais infraestruturas urbanas, deve-se buscar confiabilidade e otimização para os processos construtivos, monitoramento e manutenção periódica. Portanto, o objetivo deste artigo é identificar oportunidades de gestão inovadora na engenharia civil por meio de tecnologias de informação emergentes a partir da internet até a IoT. Isto é feito por meio de estudo exploratório/prospectivo através da busca em periódicos e bases de dados de patentes nacionais e internacionais. Entre as principais tecnologias desenvolvidas para a aplicação da IoT na engenharia/construção civil, destacaram-se: BIM, BEACONS, RFID e Robótica, embora o maior número de aplicações tenha sido identificado usando apenas o termo internet, já que IoT é bastante recente. A tecnologia BIM foi aquela que mais cresceu em aplicações. Adicionalmente, verificou-se ainda insignificante a quantidade de patentes com uso de Robótica, impressora 3D e drones. Finalmente, a China destaca-se no cenário mundial, com 51,3% do total mundial de patentes depositadas até 2018.


Palavras-chave


Segurança em Edificações; Eficiência em Processos Construtivos; Inovação em Gestão de Obras; Tecnologia da Informação

Texto completo:

PDF

Referências


AGOSTINHO, E. A. dos S. SIMCC - Sistema de Informação de Mercado da Construção Civil. Registro de Programa de Computador: BR 51 2016 000502 5. Depósito do registro em: 05/05/2016; Concessão em: 13/09/2016.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS.NBR 15.575: Desempenho de edificações habitacionais. Rio de Janeiro, 2013.

BARACHO, R. M. A.; TEIXEIRAL. M. D.; PEREIRA JUNIOR, M. L. Ontologias como suporte à modelagem da informação na arquitetura, engenharia e construção. Ci.Inf., Brasília, DF, v.46 n.1, 2017.

BRASIL, Instituto Nacional de Propriedade Intelectual – INPI. Relação dos campos de aplicação aceitos pelo formulário eletrônico e-Software. Disponível em:http://www.inpi.gov.br/menuservicos/programa-de-computador/campo_de_aplicacao.pdf.Acesso em: 26 de set. de 2018.

CONFEA – Conselho Federal de Engenharia e Agronomia. Resolução nº 218, de 29 de junho de 1973. Discrimina atividades das diferentes modalidades profissionais da Engenharia, Arquitetura e Agronomia. Disponível em: http://normativos.confea.org.br/ementas/visualiza.asp?idEmenta=266. Acesso em: 20 de set. 2018.

CREA-SC - Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura de Santa Catarina. A nova revolução Industrial. Revista CREA-SC. Edição 15, Março – Abril, 2017.

FREITAS, M. do C. D.; LIMA, S. M. S.; CASTRO, J. E. E. A aplicação das novas tecnologias para seleção da informação no setor da construção civil. Revista Produção Online. v. 1,n. 1, 2001.

EVANS, D. A Internet das Coisas como a próxima evolução da Internet está mudando tudo. Cisco Internet Business Solutions Group (IBSG). 2011.

FREITAS, M. do C. D.; LIMA, L. M. S.; CASTRO, J. E. E. A Aplicação das Novas Tecnologias para seleção da Informação no Setor da Construção Civil. Revista Produção On Line, v. 1, n. 1, 2001.

GIL, A. C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 5.ed. São Paulo: Atlas,1999.

GRIESANG, A. G. Estudo comparativo para análise de gerenciamento tradicional: Indicação de aplicação da tecnologia BIM. Monografia, Lajeado-RS, 2017.

MAIA, B. L.; SCHEER, S. Análise do fluxo de informações no processo de manutenção predial apoiada em BIM: estudo de caso em coberturas. Iberoamerican Journal of Industrial Engineering, Florianópolis, SC, Brasil, v. 8, n. 16, p. 73-95, 2016.

MANZIONE, L. Proposição de uma estrutura conceitual de gestão do processo de projeto colaborativo com o uso do BIM. 2013. 325f. Tese (Doutorado em Engenharia de Construção Civil) – Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

KUIPERS, M.; TOMÉ, A.; PINHEIRO, T.; NUNES, M.; HEITOR, T. Automation in Construction, v.47, p.10-23, 2014.

LOPES, Y.; FRANCO, R. H. F.; MOLANO, D. A.; SANTOS, M. A. dos; CALHAU, F. G.; BASTOS, C. A. M.; MARTINS, J. S. B.; FERNANDES, N. C. Minicurso para o SBrT’2012: Smart Grid e IEC 61850: Novos Desafios em Redes e Telecomunicações para o Sistema Elétrico. In Anais...XXX Simpósio brasileiro de telecomunicações - SBrT’12, Brasília-DF, 2012.

MUNIZ JR., J. Modelo conceitual de gestão de produção baseado na gestão do conhecimento: um estudo no ambiente operário da indústria automotiva. Guaratinguetá: UNESP, 2007. 148 f. Tese (Doutorado em Engenharia Mecânica) – Área de Concentração de Produção. Faculdade de Engenharia do Campus de Guaratinguetá, Universidade Estadual Paulista, Guaratinguetá, 2007.

RODRIGUEZ, Rodrigo Siqueira; GONÇALVES, Eduardo. Hierarquia e concentração na distribuição regional brasileira de invenções por tipos de tecnologias. Revista Brasileira de Inovação, Campinas-SP, v. 16, n. 2, p. 225-266, 2017.

SANTANA, L. de M. BOL01P (Construção Civil). Registro de Programa de Computador: 01067-2. Depósito do registro em: 11/04/1995; Concessão em: 17/04/2018.

SANTOS, G. A.; MACHADO, G. J. C.; ALMEIDA JÚNIOR, R. A.; SOUZA, M. S. Revista Gestão. Org, v. 13, Edição Especial, p. 271-281, 2015.

SANTOS, C. C. dos. Robótica na construção – uma aplicação prática. Coimbra: Universidade de Coimbra, 2002. 152 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil).

SUNG, W.; HSU, C. Intelligent environment monitoring system based on innovative integration technology via programmable system on chip platform and ZigBee network. Browse Journals & Magazines. v. 7 n. 16, 2013.




DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v9i4.1382

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Aracaju/SE. Universidade Federal de Sergipe. Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos" 

Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. [email protected]