Chemical Composition and Microbiological Aspects of Enriched Breads with Integral Pulp of Dehydrated Pupunha

Diego Gonçalves de Lima, Reginaldo Ferreira da Silva, Marilia Temporim Furtado

Resumo


O fruto da pupunheira é utilizado como alimento em várias receitas culinárias pela população da região Amazônica. A casca e a polpa do fruto apresentam alto valor nutricional, em função das concentrações de minerais, fibra alimentar e quantidade significativas de carotenóides biodisponíveis. Em função disso, este trabalho teve por objetivo melhorar a composição centesimal do pão comum que é fonte predominante de carboidratos através da adição da polpa de pupunha desidratada integral, por conter carotenóides e óleos essenciais, bem como, a fibra alimentar. As formulações dos pães foram definidas através de ensaios preliminares, sendo escolhidas as  formulações contendo 100 e 150 g de polpa de pupunha desidratada integral. As amostras foram submetidas às analises microbiológicas de coliformes termotolerantes a 45°C, Staphylococus aureus e Salmonella spp e de composição centesimal de proteína, cinzas, lipídios, umidade, fibras, carboidrato, valor calórico total, além dos carotenóides totais. Os resultados indicam composição química superior em cinzas (4,51 e 4,73 g/100g), lipídios (0,94 e 1,07 g/100g) e fibra alimentar (0,53 e 0,95 g/100g) para os pães com 100 e 150 g de polpa de pupunha desidratada integral, respectivamente, quando comparados ao pão controle. Porém, apresentaram menores concentrações de carboidratos e valor calórico, além de boas quantidades de fibra alimentar e carotenóides totais, quando comparado ao pão comum, o que credencia o mesmo a ser utilizado como alimento funcional e saudável, e assim, propiciar benefícios à saúde do consumidor.


Palavras-chave


Inovação tecnológica

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, J. P. A. Aspectos nutritivos de alguns frutos da Amazônia. ACTA Amazônica, Manaus, v. 10, n. 4, p. 755- 758, 1980.

ALMEIDA, V. A. de; SILVA, M. F. da; PONTES, G. C; SILVA, P. H. F. da; LOPES, J. P; YUYAMA, L. K. O; SOUZA, F. C. A. Avaliação nutricional e sensorial de pães enriquecido com a farinha da casca da pupunha. I Simpósio Brasileiro da Pupunheira. Desenvolvimento com Sustentabilidade. Centro de convenções Ilhéus-Bahia, de 27 a 30 de setembro de 2011.

ANDRADE, J. S.; PANTOJA, L.; MAEDA, R. N. Melhoria do rendimento e do processo de obtenção da bebida alcoólica de pupunha (Bactris gasipaes Kunth). Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v. 23, p. 34-38, 2003.

APHA. American Public Health Association. Committe on Microbiological for Foods. Compendium of methods for the microbiological examination of foods. 4. ed. Washington, 2001.

BATTOCHIO, J. R. et al., Perfil Sensorial de pão de forma integral. Revista Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v. 26, n. 2, p. 428-433, abr./jun. 2006.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agencia Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC nº 90 de 18 de outubro de 2000. Aprova o regulamento técnico para fixação de identidade e qualidade de pão. Diário Oficial da União, Brasília, DF, out. 2000.

BRASIL. Resolução RDC ANVISA/MS nº. 12, de 02 de janeiro de 2001. Regulamento técnico sobre os padrões microbiológicos para alimentos. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 10 jan. 2001.

BRASIL. Resolução RDC ANVISA/MS nº 360, de 23 de dezembro de 2003. Regulamento técnico sobre rotulagem nutricional de alimentos embalados. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 26 dez. 2003.

CARVALHO, A. V.; VASCONCELOS, M. A. M.; SILVA, P. A.; ASCHERI, J. L. R. Produção de snacks de terceira geração por extrusão de misturas de farinhas de pupunha e mandioca. Brazilian Journal of Food Technology, Campinas, v. 12, n. 4, p. 277-284, 2009.

CARVALHO, A. V.; BECKMAN, J. C.; MACIEL, R. de A.; FARIAS NETO, J. T. de. Características físicas e químicas de frutos de pupunheira no Estado do Pará. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 35, n. 3, p. 763-768, Set. 2013.

ESCODA, M. S. Q. Para a crítica da transição nutricional. Revista Ciência e Saúde Coletiva, São Paulo, v. 7, n. 2, p. 219-226, 2002.

FERREIRA C. D.; PENA R. S. Comportamento higroscópico da farinha de pupunha (Bactris gasipaes). Revista Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v. 23, n. 2, p. 251-255, 2003.

FIGUEIREDO, E. L.; SILVA, L. V. da; DUARTE, M. G. Qualidade microbiológica de pães e de superfícies de contato em panificadoras no município de Cametá - PA. Higiene Alimentar, v.30, n. 258/259, p. 103-107, Jul/ago. 2016.

GALDINO, N. O; CLEMENTE, E. Palmito de pupunha (Bactris gasipaes Kunth.) composição mineral e cinética de enzimas oxidativas. Revista Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v. 28, n 3, p. 540-544, jul./set. 2008.

GIRÓN, J. M.; RODRIGUEZ, X. R.; ZÁRATE, L. X. P.; SANTOS, L. E. O. Caracterização físico-química de resíduos do fruto de pupunha (Bactris gasipaes Kunth Arecaceae) obtida por secagem convectiva. Corpoica ciência e tecnologia agropecuária, Mosquera - Colômbia, v. 18, n. 3, p. 599-613, set./dez. 2017.

INSTITUTO ADOLFO LUTZ (IAL). Métodos físico-químicos para análise de alimentos. 4.ed. 1.ed. digital. São Paulo: IMESP, 2008.

KAEFER, S.; FOGAÇA, A. de O.; STORCK, C. R; KIRSTEN, V. R. Bolo com farinha de pupunha (Bactris gasipaes): análise da composição centesimal e sensorial. Revista Alimentos e Nutrição, Araraquara, v. 24, n. 3, p. 347-352, jul./set. 2013.

MASSAROLLO, M. D.; GULARTE, M. A.; VIEIRA, A. P.; CÓRDOVA, R. V. Análise microbiológica de produtos de panificação de agroindústrias de Francisco Beltrão, PR. Biosaúde, Londrina, v. 18, n. 1, 2016.

MEDEIROS, G.R.; KWIATKOWSKI, A.; CLEMENTE, E.; Características de qualidade de farinhas mistas de trigo e polpa de pupunha (Bactris gasipaes Kunth). Revista Alimentos e Nutrição, Araraquara v. 23, n. 4, p. 655-660, out./dez. 2012.

MONTEIRO, C. A. A dimensão da pobreza, da desnutrição e da fome no Brasil: implicações para políticas públicas. Revista Estudos Avançados, São Paulo, v. 17, n. 48, p. 7-20, maio/ago. 2003

MOREIRA, I. S.; SOUZA, F. C.; FEITOSA, M. K. S. B.; FERRAZ, R. R.; MATOS, A. S. Avaliação microbiológica e nutricional de biscoito e pão de mel. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, Pombal, v. 8, n. 1, p. 313-317, 2013.

NASCIMENTO, P. Avaliação da retenção de carotenoides de abóbora, mandioca e batata doce. 2006. 67f. Dissertação (Mestrado em Engenharia e Ciência de alimentos) - Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, São José do Rio Preto -SP, 2006.

OLIVEIRA, A. M. M. M.; MARINHO, H. A. Desenvolvimento de panetone à base de farinha de pupunha (Bactris gasipaes Kunth). Revista Alimentos e Nutrição, Araraquara, v. 21, n. 4, p. 595-605, out./dez. 2010.

RECK, I. M.; MIRANDA, N. L. de. Composição química e qualidade microbiológica de formulações de biscoitos com farinha de polpa de pupunha. Revista Uningá, Maringá, v. 27, n.1, p.15-18, jul/set. 2016.

RODRIGUEZ, D. B.; RAYMUNDO, L. C.; LEE, T.; SIMPSON, K. L.; CHICHESTER, C. O. Carotenoid pigment changes in ripening Momordica charantia fruits. Annals of Botany, v. 40, n.3, p. 615-24, may 1976.

SILVA, N., JUNQUEIRA, V. C A.; SILVEIRA, N. F. A., TANIWAKI, M. H.; SANTOS, R. F. S. dos; GOMES, R. A. R. Manual de métodos de análise microbiológica de alimentos. 3 ed. São Paulo: Varela, 2007.

SILVA, S. R.; MERCADANTE, A. Z. Composição de carotenóides de maracujá-amarelo (Passiflora edulis flavicarpa) in natura. Revista Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas,v. 22, n. 3, p. 254-258, 2002.

UNICEF. Relatório da situação da infância e adolescência brasileira. 2006. Disponível em: < https://www.unicef.org/brazil/pt/siab03_1.pdf>. Acesso em 18 out. 2018.




DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v10i1.1374

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Aracaju/SE. Universidade Federal de Sergipe. Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos" 

Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. [email protected]