Comparative analysis of project management methodologies pmbok and agile – A case study with companies of the Brazilian energetic sector

Marcella Dias de Freitas, Fernando Carvalho Cid de Araujo, Sergio Luiz Braga França

Resumo


Em um contexto de metodologias de gestão de projetos, existem diferentes abordagens para buscar vantagem competitiva, melhorar a capacidade de planejamento, a otimização de processos e a melhor comunicação entre as equipes de trabalho. Esta pesquisa tem como objetivo geral analisar as metodologias de projeto PMBoK e AGILE, de forma comparativa, a partir de uma análise SWOT. A primeira se enquadra em uma abordagem mais tradicional, proposta pelo PMI (Project Management Institute) e a segunda se caracteriza por ser uma abordagem mais inovadora, atual e flexível. Para desenvolver esse trabalho, foi realizada uma pesquisa bibliográfica, visando avaliar os resultados que já foram alcançados nesta área. Além disso, foi realizado um estudo de caso no desenvolvimento de um projeto de software que utiliza a metodologia ágil, realizado em uma parceria das empresas HOC e Energisa. Este trabalho possui, como resultado principal, as dificuldades de implementação da metodologia AGILE em um caso real de desenvolvimento de software no setor elétrico brasileiro, ponderando quais as características de cada metodologia foram essenciais para adaptação do método ágil no desenvolvimento do projeto.


Palavras-chave


PMI, PMBoK, AGILE, gestão de projetos, metodologia de gestão.

Texto completo:

PDF

Referências


Conboy, K., Coyle, S., Wang, X., Pikkarainen, M. (2010). “People over process: key people challenges in Agile development”.

Gal, A., Filip, I., Dragan, F. (2018). “A new vision over Agile Project Management in the Internet of Things era”.

Medeiros, Higor (2013). “Introdução ao PMI, PMBoK e ao PMP”. https://www.devmedia.com.br/introducao-ao-pmi-pmbok-e-ao-pmp/27110. Acesso em 24 de julho de 2018.

PMI - Project Management Institute, Inc (2017). “A Guide to the Project Management Body of Knowledge”.

Ronan, Bob (2016). “10 reasons you should be using agile”. https://www.cio.com/article/3078178/agile-development/10-reasons-you-should-be-using-agile.html. Acesso em 31 de julho de 2018.

Schuh, G., Dölle, C., Kantelberg, J., Menges, A. (2018). “Identification of Agile Mechanisms of Action As Basis for Agile Product Development”.

Serrador, P., Pinto, J. (2015). "Does Agile work? - A quantitative analysis of agile project success".

Silva, A., Silva, N., Barbosa, V., Henrique, M., Baptista, J. (2011). “A Utilização da Matriz Swot como Ferramenta Estratégica – um Estudo de Caso em uma Escola de Idioma de São Paulo”.

Spundak, Mario (2014). “Mixed agile/traditional project management methodology – reality or illusion?”.

http://holding.grupoenergisa.com.br/paginas/grupo-energisa/sobre-o-grupo.aspx. Acesso em 25 de julho de 2018.

http://www.hoc.com.br. Acesso em 25 de julho de 2018.




DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v9i3.1340

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Aracaju/SE. Universidade Federal de Sergipe. Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos" 

Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. revistageintec@gmail.com