Methodology of Management for the Technological Innovation Centers

Eliane Fernandes Pietrovski, Dálcio Roberto dos Reis, João Luiz Kovaleski, Vanessa Ishikawa Rasoto

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar uma metodologia de gestão para os Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) nas Instituições de Ensino Superior (IES). A pesquisa que deu origem a este artigo teve uma metodologia com abordagem qualitativa e utilizou uma técnica quantitativa para fazer o diagnóstico da atuação dos NITs. A coleta de dados primários envolveu entrevistas com gestores de NITs, no Brasil e nos Escritórios de Transferência e Resultados de Pesquisa (OTRI), na Espanha e também um questionário aplicado a representantes de NITs. Os dados secundários foram coletados de documentos. Os resultados mostraram que os NITs estão implementados ou têm ações que permitem o seu funcionamento, contam com equipes capacitadas, porém, a rotatividade de pessoal é crítica para atender as demandas dos NITs. As principais barreiras para as ações referem-se à destinação de vagas, critérios de seleção para a direção do NITs e formas de reconhecimento para os pesquisadores.


Palavras-chave


Gestão do conhecimento, Transferência de Tecnologia, Núcleo de Inovação Tecnológica.

Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. rev. Lisboa: Edições, v. 70, 2009.

BRASIL. Lei Nº 10.973, de 2 de dezembro de 2004. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/Lei/L10.973.htm. Acesso em: 29.mar.2016.

BRASIL. Lei Nº 13.243, de 11 de janeiro de 2016. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2016/Lei/L13243.htm. Acesso em: 29.mar.2016.

CADORI, A. A. A gestão do conhecimento aplicada ao processo de transferência de resultados de pesquisa de instituições federais de ciência e tecnologia para o setor produtivo: processo mediado pelo Núcleo de Inovação Tecnológica. 2013. 465 p. Tese (Doutorado em Gestão do Conhecimento). Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, SC, 2013.

CASTRO, B. S. de; SOUZA, G. C. de. O papel dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) nas universidades brasileiras. Liinc em Revista, v. 8, n. 1, 2012.

COELHO, L.; DIAS, A. A. O núcleo de inovação tecnológica da UFPE: instrumento de política de inovação ou obrigação legal? Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace, v. 7, n. 1, 2016.

DE-CARLI, E.; SEGATTO, A. P.; FREGA, J. R.; ALVES, F. S. Caracterização da produção de depósitos de patentes de universidades brasileiras. In: XVI Congresso Latino-Iberoamericano de Gestão da Tecnologia. Anais (pp. 1–18). Porto Alegre: ALTEC, 2015. Retrieved from http://www. altec2015. org/anais/altec/papers/738. pdf. 2015.

DESIDÉRIO, P. H. M.; ZILBER, M. A. Barreiras no processo de transferência tecnológica entre agências de inovação e empresas: observações em instituições públicas e privadas. Simpósio de Administração da produção, Logística e Operações Internacionais, v. 27, 2014.

DIAS, A. A.; PORTO, G. S. Como a USP transfere tecnologia? Organizações & Sociedade, v. 21, n. 70, p. 489-507, 2014.

FORMICT. Política de propriedade intelectual das instituições científicas e tecnológicas do Brasil. Relatório Formict 2015. Brasília: Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação. Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, 2015. Disponível em: http:// www.mct.gov.br/formict. Acesso em: 29.mar.2016.

GERA, R. Bridging the gap in knowledge transfer between academia and practitioners. International Journal of Educational Management, v. 26, n. 3, p. 252-273, 2012.

HAIR JR., J.F.; BABIN, B.; MONEY, A.H.; SAMOUEL, P. Fundamentos de métodos de pesquisa em administração. Trad. Lene Belon Ribeiro. Porto Alegre: Bookman, 2005.

HERRERA, L.; MUÑOZ-DOYAGUE, M. F.; NIETO, M. Mobility of public researchers, scientific knowledge transfer, and the firm's innovation process. Journal of Business Research, v. 63, n. 5, p. 510-518, 2010.

HEWITT-DUNDAS, N. Research intensity and knowledge transfer activity in UK universities. Research Policy, v. 41, n. 2, p. 262-275, 2012.

LUZ, A. A. da, KOVALESKI, J. L., ANDRADE JUNIOR, P. P., ZAMMAR, A., STANKOWITZ, R. F. Mecanismos de transferência de conhecimento e tecnologia nas instituições de ensino superior. GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias, v. 3, n. 2, p. 038-054, 2013.

O’KANE, C., MANGEMATIN V., GEOGHEGAN W., FITZGERALD C. University technology transfer offices: The search for identity to build legitimacy. Research Policy, v. 44, n. 2, p. 421-437, 2015.

PERKMANN, M.; TARTARI, V.; MCKELVEY, M.; AUTIO. E.; BROSTRÖM, A.; D’ESTE, P.; FINI, R.; GEUNA, A; GRIMALDI, R.; HUGHES, A.; KRABEL, S.; KITSON, M.; LLERENA, P.; LISSONI, F.; SALTER. A.; SOBRERO, M. Academic engagement and commercialisation: A review of the literature on university–industry relations. Research Policy. 42(2), 423-442, 2013.

PIRES, E. A.; QUINTELLA, C. M. A. L. T. Política de propriedade intelectual e transferência de tecnologia nas universidades: uma perspectiva do NIT da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. HOLOS, v. 6, p. 178-195, 2015.

RAUEN, C. V. O Novo marco legal da inovação no Brasil: o que muda na relação ICT-empresa? 2016.Disponível em: http://ipea.gov.br/agencia/images/stories/PDFs/radar/160309_radar43_cap_3.pdf. Acesso em: 26.set.2017.

REIS, D. R. dos. Gestão da inovação tecnológica. Barueri, SP: Manole, 2008.

SICSÚ, A. B.; SILVEIRA, M. Avanços e retrocessos no marco legal da ciência, tecnologia e inovação: mudanças necessárias. Ciência e cultura. São Paulo. vol. 68, n. 2, abr./jun., p. 4-5, 2016.

SILVA, L. C. S.; KOVALESKI, J. L.; GAIA, S.; SEGUNDO, G. S. A.; TEN CATEN, C. S. Processo de transferência de tecnologia em universidades públicas brasileiras por intermédio dos núcleos de inovação tecnológica. Interciencia, v. 40, n. 10, p. 664, 2015.

STAKE, R. Case Studies. In: DENZIN, N.; LINCOLN, T. Handbook of Qualitative Research. London: Sage, 2005.

XU, Z.; PARRY, M. E.; SONG, M. The impact of technology transfer office characteristics on university invention disclosure. IEEE Transactions on Engineering Management, v. 58, n. 2, p. 212-227, 2011.

ŽEMAITIS, E. Knowledge management in open innovation paradigm context: high tech sector perspective. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 110, p. 164-173, 2014.




DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v10i1.1286

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Rua Josué de Carvalho Cunha 395, Coroa do Meio, Aracaju, SE.

[email protected]