Prospective study on the use of industrialized seasonings

Caique Silva Rodrigues, Márcia Rebelo de Matos, Priscilla Bezerra, Itaciara Nunes

Resumo


Os temperos processados têm ganhado destaque na indústria de alimentos não só por sua finalidade em atribuir cor, sabor e aroma aos alimentos, bem como por conferir a estes, maior conservação e viabilidade de comercialização. Nesse contexto, o presente estudo prospectivo teve como objetivo realizar um mapeamento tecnológico através da avaliação de pedidos de patentes, com o propósito de investigar o panorama brasileiro e internacional da fabricação de temperos processados, por meio da análise dos principais métodos de fabricação e ingredientes utilizados, além de verificar os principais autores e países detentores destas tecnologias. A pesquisa foi realizada a partir da associação de códigos da Classificação Internacional de Patentes com palavras-chave sobre o tema, no banco de dados Espacenet, resultando em 21 patentes e a partir das informações disponíveis foram elaborados gráficos e discussões. Houve prevalência da Organização Europeia de patentes (EP) com maior número de registro, diferente do Brasil que não apresentou registro de nenhum depósito. A maioria das patentes analisadas (52,40%) tratava da elaboração de temperos em tabletes. Diante da presente análise, observou-se um elevado uso de temperos processados no mundo, porém com baixa quantidade de pedidos de patentes, evidenciando assim a importância em impulsionar novos estudos e tecnologias associando o presente tema.


Texto completo:

PDF

Referências


AL-SUBHI, F. M. M. Evaluation of Mushrooms Broth Cube and Its Compared With Maggi Broth Cube Products in Saudi Arabia. Journal of American Science, v. 9, n. 5, 2013.

ANVISA, 2005. Resolução de diretoria colegiada - RDC Nº. 276, 22 de setembro de 2005. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2016.

ARAÚJO; W.M.C.; MONTEBELLO, N.P.; BOTELHO, R.B.A.; BORGO, L.A. Alquimia dos alimentos. Brasília: Editora Senac – DF, 2008. 560 p.

BRASIL, MINISTERIO DA SAÚDE (MS). Guia alimentar para a população brasileira. Brasília: MS; 2014.

BEZERRA, P.Q.M.; REBELO DE MATOS, M.F.; DRUZIAN, J.I.; NUNES, I.L. Estudo prospectivo da Curcuma longa L. com ênfase na aplicação como corante de alimentos. Cadernos de Prospecção, v. 6, n. 3, p.366-378, 2013.

CAPONIO, F.; GOMES, T.; DELCURATOLO, D. Qualitative and quantitative characterisation of the lipid fraction of bouillon cubes. European Food Research and Technology, v. 215, n. 3, p. 200-203, 2002.

CHEN, Z.; OLDEWAGE-THERON, W. Household consumption of stock cubes and stock powder in the Vaal Triangle of SA. Nutrition & Food Science, v. 34, n. 4, p. 174-178, 2004.

DOSSOU-YOVO, P.; TOSSOU, L. T. C.; SEZAN, A.; YELOUASSI, R. A. C. Evaluation of the nutritional quality of the most consumed seasonings named «cube» in South of Benin. International Journal of Innovation and Applied Studies, v. 17, n. 1, p. 94-99, 2016.

FABRÍCIO, L. F. F.; PIMENTA, M. E. S. G.; REIS, T. A.; MESQUITA, T. C.; FUKUSHIMA, K. L.; OLIVEIRA, R. M. E.; ZANGERONIMO, M. G. Elaboração de caldo de peixe em cubos compactados utilizando pirambeba (Serrasalmus brandtii) e tilápia (Oreochromis niloticus). Semina: Ciências Agrárias, v. 34, n. 1, p. 241-251, 2013.

GAVA, A. J.; SILVA, C. A. B.; FRIAS, J. R. G. Tecnologia de alimentos. NBL Editora, 2009.

GUPTA, S.; BONGERS, P. Bouillon cube process design by applying product driven process synthesis. Chemical Engineering and Processing: Process Intensification, v. 50, n. 1, p. 9-15, 2011.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa de Orçamentos Familiares 2002-2003 – POF. Rio de Janeiro, 2004.

_________ Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009 – POF. Rio de Janeiro, 2010.

MARTINS, A. P. B.; LEVY, B.; CLARO, R. M.; MOUBARAC, J. C.; MONTEIROET, C. A. Participação crescente de produtos ultraprocessados na dieta brasileira (1987-2009). Revista de Saúde Pública, v. 47, n. 4, p. 656-665, 2013.

MEJIA, E. G.; AGUILERA-GUTIÉRREZ, Y.; MARTIN-CABREJAS, M. A., MEJIA, L. A. Industrial processing of condiments and seasonings and its implications for micronutrient fortification. Annals of the New York Academy of Sciences, v. 1357, n. 1, p. 8-28, 2015.

MOUBARAC, J. C.; BATAL, M.; MARTINS, A. P.; CLARO, R.; LEVY, R.B.; CANNON, G.; MONTEIRO, C. Processed and ultra-processed food products: consumption trends in Canada from 1938 to 2011. Canadian Journal of Dietetic Practice and Research, v. 75, n. 1, p. 15-21, 2014.

SPOHRER, R.; KNOWLES, J.; JALLIER, V.; NDIAYE, B.; INDORF, C.; GUINOT, P.; KUPKA, R. Estimation of population iodine intake from iodized salt consumed through bouillon seasoning in Senegal. Annals of the New York Academy of Sciences, v. 1357, n. 1, p. 43-52, 2015.

TAKAKURA, Y.; SAKAMOTOA, T.; HIRAIA, S.; MASUZAWAA, T.; WAKABAYASHIA, H.; NISHIMURA, T. Characterization of the Key Aroma Compounds in Chicken Soup Stock Using Aroma Extract Dilution Analysis. Food Science and Technology Research, v. 20, n. 1, p. 109-113, 2014.

WEAVER, C. M.; DWYER, J.; FULGONI, V. L.; KING, J.C.; LEVEILLE, G. A.; MACDONALD, R. S.; ORDOVAS, J.; SCHNAKENBERG, D. Processed foods: contributions to nutrition. American journal of clinical nutrition, v. 99, n. 6, p. 1525-1542, 2014.




DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v9i2.1116

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

__________________________________

ISSN: 2237-0722

A REVISTA GEINTEC possui D.O.I e está cadastrada nos sistemas:

Os trabalhos da Revista GEINTEC - Gestão, Inovação e Tecnologias de www.revistageintec.net está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual - Aracaju/SE. Universidade Federal de Sergipe. Cidade Universitária Prof. "José Aloísio de Campos" 

Av. Marechal Rondon, s/n Jardim Rosa Elze - Pólo de Pós-Graduação - Sala 8 - CEP 49100-000 - São Cristóvão/SE. [email protected]